Como melhorar a digestão

Você sabia que muitos dos sintomas gastrointestinais que sentimos podem ser minimizados e até eliminados se melhorarmos nossa digestão?

Hoje, vou dividir com você como melhorar a digestão em passos simples de colocar em prática. Vamos lá?!

Tenho estudado cada vez mais sobre digestão, saúde intestinal e alimentação, e depois de colocar muito do que vi na teoria em prática em mim mesma, quero dividir com você algumas dicas que vão melhorar sua digestão rapidamente.

A nossa digestão é afetada por alguns fatores e passa por algumas etapas. Vou explicar brevemente e daí passo para as dicas, ok?

Fica comigo que isso pode mudar sua vida!

As fases da digestão

A digestão do alimento tem basicamente três fases: cefálica, gástrica e intestinal.

Em cada uma dessas fases enzimas, substâncias, hormônios e órgãos estão envolvidos. Bem complexo mesmo! Por isso que é importante saber o que está acontecendo no seu corpo enquanto – e depois – que você come algo.

Fase cefálica ou oral

A fase cefálica é a primeira fase da digestão e começa na boca. Nesse processo a mastigação é fundamental!

A partir do momento que colocamos alimento em nossa boca e começamos a mastigar, enzimas digestivas são secretadas (principalmente amilase, que digere carboidratos) e a digestão começa.

Além da boca, fazem parte dessa fase a faringe e o esôfago.

Fase gástrica

A fase gástrica é quando o alimento (que nesse momento é chamado de quimo) chega ao estômago.

No estômago começa a digestão mais química, com a participação de ácidos, regulação de PH, etc.

Aqui, começa a digestão das proteínas.

Fase intestinal

Nessa fase, os movimentos peristálticos levam o quimo para o intestino e fazem passar por toda a metragem dele. Mais enzimas e substâncias são secretadas e a digestão de carboidratos, proteínas e gorduras é finalizada.

Nessa fase tem muita gente envolvida: bactérias, fungos, hormônios, vilosidades, células epiteliais.

Ela acaba com o bolo fecal, que vai sair você sabe por onde 🙂

O que atrapalha a digestão?

Agora que você sabe as três fases da digestão, deve estar pensando como pode melhorar o processo.

Antes de ver como melhorar, vamos ver o que prejudica a digestão:

  1. Comer muito rápido
  2. Não mastigar o suficiente
  3. Beber muito líquido durante a refeição
  4. A qualidade do alimento que escolheu
  5. Intolerâncias ou sensibilidades alimentares.

Tudo isso vai prejudicar alguma das três fases que vimos acima. E conforme você vai fazendo isso com frequência, o processo digestivo vai se enfraquecendo.

Quanto mais fraca estiver a digestão, mais sintomas de má-digestão você vai sentir e a má digestão inclusive pode ser uma das causas de disbiose intestinal, sabia?

Para saber quais os sintomas da má digestão, clique aqui.

Como melhorar a digestão?

Existem estratégias que você pode começar hoje mesmo e outras que aconselho que procure um nutricionista ou gastroenterologista para te auxiliar.

Quando a má digestão acontece na fase gástrica e intestinal, é possível que você precise incluir suplementos ou enzimas digestivas e é neste caso que indico procurar acompanhamento profissional de qualidade.

O que você pode começar hoje para melhorar a digestão, anota aí:

  1. Mastigue mais vezes.
    A partir de hoje, conte pelo menos 30 mastigações a cada garfada/mordida.
  2. Descanse os talheres entre uma garfada e outra.
    Faça isso para se acostumar a comer mais devagar.
  3. Respire.
    Pode parecer doido, mas na correria do nosso dia-dia a gente esquece de respirar direito. Antes de começar a refeição, pare e respire bem fundo 3x.
    A oxigenação é fundamental para o bom funcionamento do metabolismo, e além disso, respirações profundas e abdominais ativam o sistema nervoso parassimpático, que vai avisar seu cérebro que está tudo bem e sua digestão pode acontecer tranquila.
  4. Limite o consumo de líquidos durante a refeição.
    Procure consumir no máximo 100ml e de preferência água. Não faça misturas com bebidas cafeinadas (oi, Coca-cola) e outros refrigerantes/sucos industrializados.
  5. Comece o hábito de consumir chás digestivos após a refeição.
    Gengibre e hortelã são meus preferidos e ajudam bastante! Caso esteja com gases pode fazer infusão com alecrim ou orégano, também funciona super.

Essas cinco dicas simples, se feitas com frequência e intenção, vão mudar sua digestão.

Espero que se beneficie das informações, e não esqueça de comentar aqui se já faz alguma dessas técnicas 🙂

Um beijo, até a próxima!

Sobre o Autor

Flavia Machioni

Flavia Machioni

Eu sou a Flavia, autora do Lactose Não. Sou especialista em cozinha natural, Health Coach formada pelo IIN/NY e Relações Públicas pela UFPR. Há mais de 7 anos venho mudando meu estilo de vida e alimentação para ter mais saúde e bem estar. Divido grande parte desse caminho aqui e em minhas redes sociais.

12 comentários em “Como melhorar a digestão

  • 2 de outubro de 2019 at 11:40
    Patricia Nunes Fernandes

    Amei esse post! muito esclarecedor!

    Reply
  • 2 de outubro de 2019 at 11:17
    Roberta

    Oi Flavia, adoro suas dicas. Vc consegue chá logo em seguida da refeição? ou espera um tempo?

    Reply
    • 15 de outubro de 2019 at 8:00

      Oi, Roberta! Gosto de consumir após as refeições e durante o dia.. 🙂

  • 1 de outubro de 2019 at 21:12
    Mari

    Amei suas dicas. Tinha refluxo e gases estomacais depois que comia qualquer coisa. Hj melhorei do refluxo, mas os gases, ainda tenho às vezes.
    Um grande abraço.

    Reply
  • 26 de setembro de 2019 at 23:28
    Erika da Silva

    Boa noite! Suas informações são essenciais para conhecer essas diferenças,tenho a criança de 9 anos com APLV ,que após ver seus vídeos percebi a necessidade de mudanças na Alimentação.Muito obrigada! .

    Reply
  • 26 de julho de 2019 at 12:40
    Lívia Pereira

    Oi Flavia, estou adorando suas receitas sou intolerante a lactase e hoje estou em tendo crise de diverticulite tenho o intestino muito ruim sofro de má digestão, faço acompanhamento medico como nutricionista e gastro .
    Adoro suas receitas muito obrigada por compartilhar para seus seguidores.
    Lívia Pereira

    Reply
  • 2 de julho de 2019 at 20:54
    Helena de Sales Vieira

    Comecei hj ler sobre estes alimentos indicados por vc. Estou maravilhada quero acompanha- la

    Reply
  • 29 de abril de 2019 at 14:09
    Ana Cristina klen

    Nossa
    Já tem umas duas semanas que descobri a Flávia e estou amando a diferença , graças a ela.
    Não sabia por onde começar estava sem noção das coisas que eu comia e os motivos dos sintomas que aparecia do nada.
    Graças as dicas dela melhorei muito minha qualidade de vida!!!!

    Reply
    • 22 de maio de 2019 at 8:05

      Oi, querida! Que bom!! Fico muito feliz.
      Um beijo

  • 18 de abril de 2019 at 15:15
    Janaina

    Oi Flavinha. Quero te agradecer pelo lindo trabalho que voce faz. Tenho o instestino muito ruim, sou intolerante a lactose, a gluten, a alcool e por ai vai. Faco uso de probioticos e melhorei bastante. Vou aplicar suas dicas tambem. Tenho certeza que serao muito uteis. Um abraco. ?

    Reply
  • 16 de abril de 2019 at 19:31
    Leomir

    Boa noite! Mais uma fez estou tentando fazer tudo que você está me passando,não bebo refrigerante a + de 10 anos,parei de cerveja depois que descobri que cada copo de cerveja tem 2 colheres de sopa de açúcar,sim como rápido e pouco mastigo,estou tentando comer direito,mas tenho uma mulher que é difícil,faz uma comida maravilhosa mais tudo bem cozido,parei de comer carne e frango,só ovo de galinha caipira e as vezes peixe,talvez esteja com disbiose intestinal,tenho muitos gases,e sofro de gastrite crônica e refluxo ,se comer coisas acidas logo aparece afta,por isso que a ultima vez perguntei se conhecia um spa para reeducar a alimentação,achei um lá em Viamão com o Dr. Vinholis ele é professor da USP,mas é muito longe e talvez o custo ficará muito alto.
    PS: Se souber de um bom Profissional na área de nutrição aqui pelo Rio de Janeiro que esteja engajado nessa causa de boa alimentação,que os 3 gatro que vou nada sabem de boa alimentação e 2 nutricionista que fui,uma muito ultrapassada com tudo programado mandou fazer coisas que já não faço a anos,adoçar com pouco açúcar e comer um pão francês por dia ,estou sem comer pão a meses,não adoço nada a 5 anos,comia doce e bolo a dois meses não como + nada disso e parece que o celebro não quer reconhecer a melhora,obrigado + uma vez pela força e que Deus sempre tê proteja nessa nobre missão de melhorar as condições físicas e mental dos brasileiros que comem errado.

    Reply
  • 16 de abril de 2019 at 11:57
    Fabiana Frangucci

    Olá, sou sua seguidora nas redes sociais, estou adorando os textos do site.
    Este de hoje é muito esclarecedor, sofro muito com má digestão, faço acompanhamento médico e nutri e sigo suas dicas e receitas.

    Obrigada por compartilhar seus conhecimentos valorosos, que sabemos que tem muito embasamento e estudo.

    Obs. só não consegui clicar ….. ->Para saber quais os sintomas da má digestão, clique aqui. <—
    Bjs

    Fabiana Frangucci

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *