Como escolher probióticos

Como escolher probióticos

Se tem uma dúvida que recebo quase que diariamente é como escolher probióticos.

Existem algumas características importantes de serem levadas em consideração e alguns mitos também, e eu vou te contar tudo nesse post!

Aqui você vai saber:

Como saber o tipo de probiótico que preciso?

Quais os tipos de probióticos?

Características que preciso considerar.

Sintomas que posso ter ao tomar probióticos.

Primeiro de tudo, saiba que escolher um probiótico é algo muito ligado a sua bioindividualidade e por isso um exercício de tentativa e erro. Por isso, sempre converse com seu médico ou nutricionista antes de tomar qualquer decisão.

Probióticos são preventivos, não tratamento ou cura para qualquer condição.

Como saber o probiótico que preciso?

Existem basicamente dois cenários para que uma pessoa tome probióticos:

  1. Ter algum problema intestinal existente.
  2. Ser relativamente saudável e estar buscando manter a saúde intestinal.

No primeiro caso, normalmente é necessário uma dose maior e com probióticos mais específicos. Portanto, é indicado que seja recomendado e receitado por seu médico/nutricionista.

Já no segundo caso, uma marca comercial (dessas de farmácias ou lojas de produtos naturais) pode ser uma boa opção para você.

Quais os tipos de probióticos?

Normalmente os probióticos são feitos a partir de quatro tipos de bactérias:

  • Lactobacilos
  • Bifidobactérias
  • Soil-Based Bacteria (SBO)
  • Spore-Forming Bacteria

Cada tipo tem uma função e um uso indicado.

Os dois primeiros (lactobacilos e bifidobactérias) são bactérias transitórias, que passam pelo trato digestivo mas não colonizam.

Elas produzem ácido láctico que ajudam a:

  • regular o trânsito intestinal
  • produzem agentes antimicrobianos que inibem bactérias patogênicas e fungos como a Candida
  • absorção de nutrientes e minerais
  • manutenção de níveis saudáveis de ácidos estomacais
  • produção de enzimas digestivas
  • processos de detoxificação naturais do corpo

O SBO pode ser transitório ou habitar o intestino. Eles aumentam a função imune, ajudam a remover bactérias ruins e normalmente vivem no solo e ajudam na adubação de alimentos.

Já as Spore-Forming Bacterias podem ser um tipo de SBO e são extremamente resistente, até a antibióticos. Também auxiliam a remover bactérias ruins e são mais propensas a colonizar o trato digestivo, mas não ficam para sempre.

Então, dependendo do tipo de bactéria que forma o probiótico, ele será mais indicado para um caso do que para outro.

Características que preciso considerar.

  1. Probióticos manipulados X marcas comerciais.

    – Os manipulados normalmente tem dosagens bem mais altas e devem sempre ser prescritos por profissional de saúde.
    – Decida qual tipo de probiótico você quer a partir dos tipos de bactérias disponíveis (como explicado acima).
    – Pesquise as marcas e a qualidade dos suplementos – seja um consumidor ativo, procure a história da empresa e veja se eles investem em pesquisa, qualidade de matéria-prima, tecnologia, etc.

  2. Contagem de CFU.

    Nem sempre uma maior quantidade de CFU quer dizer que o probiótico é melhor. O que realmente importa é a qualidade das cepas utilizadas e do produto final.

  3. Quantidade e misturas de cepas diferentes.

    Cada organismo responde de maneiras diferentes a cepas diferentes. Por isso que o processo de teste-aerro/acerto é individual.Você pode se dar melhor com uma combinação especifica, ou quem sabe seja melhor usar apenas um tipo de bactéria.

  4. Pesquisas em cepas específicas.

    Alguns laboratórios investem em pesquisas de cepas específicas e depois podem pedir seu registro.Quando procurar um probiótico pode ser interessante buscar por esse tipo de marca, já que ao fazerem pesquisas eles têm mais controle na produção e garantem maior estabilidade dos microorganismos.Para saber se o seu usa cepas registradas basta olhar a embalagem e ver se após o nome da bactéria existe uma combinação de letras e números, como por exemplo:
    L. acidophillus SD 5221

  5. Outros ingredientes da composição.

    Muitas marcas usam excipientes, adoçantes, amidos e até corantes para dar corpo ao produto final.
    O ideal é procurar um probiótico mais “limpo” possível.

Sintomas que posso ter ao tomar probióticos.

Quando começar a tomar probióticos você pode:

  • Sentir mais gases, inchaço ou desconforto.
    Isso pode ser sinal de que estão funcionando, mas nem sempre. Se persistir por dias, converse com seu médico.
  • Você provavelmente vai perceber suas fezes mais regulares e bem formadas.
    Pode levar até uma semana para isso acontecer.

Lembre-se: cada pessoa tem uma microbiota intestinal única, por isso fique atento e converse sempre com o profissional de saúde que te acompanha.


Achou útil? Compartilhe com amigos e família no Whatsapp clicando nos botões da tela.

Lá no Insta eu publico conteúdo diário, te espero lá!

Um beijo.

Veja também:

O que são probióticos e prebióticos

3 segredos para um intestino saudável

Por que nosso intestino não está saudável?

 

Sobre o Autor

Flavia Machioni

Flavia Machioni

Eu sou a Flavia, autora do Lactose Não. De 2012 a 2019 criei conteúdo aqui para o blog que fez parte de um capítulo muito significativo da minha história. Hoje, me dedico a outros projetos que você pode conferir em minhas redes sociais. Aqui, você confere todo conteúdo compartilhado em 8 anos e que decidi manter no ar. Espero que aproveite!

8 comentários em “Como escolher probióticos

  • 29 de agosto de 2020 at 20:07
    Beatrice Gomes

    Oi Flávia!
    Te conheci ao contrário! Primeiro comprei seus produtos, depois te achei simpática no Instagram e agora vim ler seus artigos no site…rs Muito obrigada pela sua organização e pelo seu trabalho. Estou encantada.
    Sou nutri, mas estou bem doente, acho que com Síndrome fúngica, não tenho energia pra nada, cabeça pesada, raciocínio lento, barriga inchada… Tenho vontade de fazer tantas coisas, mas difícil querer sair de casa.
    Espero que o Meal Prep me ajude a me organizar e sair dessa. Estou percebendo que toda vez que consumo comida fora, da rua, eu pioro, talvez seja glutamato monossódico, tem anos que tento descobrir tudo que me faz mal, mas lactose e glúten estão fora da minha dieta com certeza.

  • 28 de agosto de 2020 at 14:15
    Keila

    Olá Flávia.
    É um sonho poder preparar e planejar uma alimentação saudável em tão pouco tempo, como você mencionou.
    Confesso que tenho dificuldade em saber onde encontro proteína além da carne e abacate.
    Sobre os probióticos eu não consegui descobrir qual seria o ideal nem Onde encontrar.
    Gostaria de saber se Onde posso encontrar oque você posta além de Instagram pois eu não uso esta ferramenta.
    Muito obrigado por compartilhar sua experiência.

  • 22 de julho de 2020 at 19:44
    ANDRÉA SCHERER

    Não achei o Guia do probiotico. Seria possível me enviar por email:
    [email protected]

    Muito obrigado.

  • 1 de março de 2020 at 9:39
    ALINE APARECIDA FARIA TIVA

    Olá Flávia gostaria muito de saber mais sobre a glutamina, e qual marca você indica? Muito obrigada 😘

    • 18 de março de 2020 at 17:59

      Oi!! Tenho um post aqui no site falando sobre ela. Dê uma pesquisada digitando glutamina no campo de busca.
      Eu uso da marca G2L. Eles tem venda online e tenho cupom de desconto: flavia10
      Digitando no google o nome da marca vc acha o site deles.
      Bjs

  • 12 de fevereiro de 2020 at 11:24
    Denise

    Não achei o Guia do probiotico. Seria possível me enviar por email?
    [email protected]

    Muito boa as informações, obrigada por compartilhar.

  • 5 de fevereiro de 2020 at 18:17

    Yakut é um proibitivo?Posso tomar sendo intolerante a lactose?

    • 11 de fevereiro de 2020 at 9:24

      Oi! Existem opções muito melhores que yakult que é cheio de açúcar.
      Indicaria você consumir outra fonte de probióticos.

Comments are closed.

Politica de Cancelamento para Cursos Online - Flavia Machioni Consultoria em Alimentação Saudavel Eireli (CNPJ: 19.521.725/0001-53)

l