Por que nosso intestino não está saudável

Cada dia que passa a ciência vem descobrindo o papel fundamental do intestino na nossa saúde. Mas você sabe dizer por que nosso intestino não está saudável? Você não vai acreditar!

É possível que você já tenha ouvida falar que o intestino é nosso segundo cérebro e que basicamente toda doença pode ser rastreada por ele. Fica claro, então, que manter ele saudável impacta o bem-estar geral.

Eu já fiz alguns posts sobre saúde intestinal aqui no site e você pode conferir todo o material clicando aqui.

Mas hoje, quero te contar o motivo pelo qual nosso intestino não está bem!

Estilo de vida moderno

Pois é, querido leitor, o estilo de vida que levamos é um dos grandes fatores pela nossa falta de saúde intestinal. Sabe por que?

Porque estamos vivendo em constante pressão, preocupação e fazendo várias coisas ao mesmo tempo, sem fazer nenhuma delas bem o suficiente.

Você se identifica com o cenário a seguir?

  • Despertador toca de manhã. Você acorda com sono e aperta a soneca.
  • Aperta a soneca de novo.. de novo…
  • Quando vê está atrasado!!
  • Levanta correndo, engole qualquer coisa (às vezes algo sólido tipo um pão, às vezes só um copo de café).
  • Sai correndo para o trabalho/aula.
  • Chega já ansioso e preocupado.
  • Tem diversas demandas para atender: chefe, equipe, professor, família, amigos, você mesmo.
  • Hora do almoço: sem tempo para sentar e comer! Come qualquer coisa (se comer, né?!).
  • Continua trabalhando.
  • Fica mais preocupado e atarefado.. mais um café. Um docinho para animar o dia.
  • Sai tarde do escritório/aula e volta pra casa.
  • Chega exausto e não quer nem pensar em ir pra cozinha.
  • Come o que tem.. se não tem nada pede uma pizza, sanduíche, massa ou carne.
  • Fica sentado/deitado olhando o celular.
  • Quando percebe já passou das 23h. Hora de dormir.
  • Mais um pouquinho de celular na cama.. e você vai dormir sabe lá que horas.

Consegue ver algo de errado?

Infelizmente é assim que muitos de nós vive a maior parte dos nossos dias. Cansados, com muito o que fazer, sem tempo para nos alimentarmos bem e muito menos de praticar alguma atividade física que nos relaxe e mexa nosso corpo.

Viver nosso dia dia assim + sedentarismo nos leva a um estado de estresse crônico.

Por sua vez, o estresse crônico desregula nossos hormônios, enfraquece o intestino, prejudica a digestão, nos deixa mais suscetíveis a inflamações e alergias e ainda facilita o ganho de peso.

Péssimo, né?!

A dieta ocidental!

Não bastasse o prato cheio que é nosso estilo de vida, a dieta tradicional ocidental é um fator que prejudica enormemente a saúde intestinal e geral.

O que é a dieta ocidental?

A dieta ocidental é uma dieta rica em alimentos refinados e ultraprocessados e pobre em fibras e alimentos frescos.

Esta dieta é composta basicamente por lanches, fast food, congelados, embutidos, massa, pizza, doces, bolos, refrigerantes, bebidas alcólicas, bebidas açucaradas e óleos refinados.

Esses alimentos, além de pobres em nutrientes, ainda tem uma quantidade significativa de aditivos como aromatizantes, espessantes, corantes, estabilizantes e outros.

O problema da dieta ocidental.

Ao dar ênfase em comidas e alimentos refinados e ultraprocessados, a boa e velha comida de verdade e nutritiva, com vegetais, frutas, grãos e cereais integrais, proteínas, fica para escanteio.

Essa comida de verdade é a comida que tem os nutrientes para manter uma boa saúde intestinal e ajudar na prevenção de centenas de doenças.

Qual a solução?

Para recuperar sua saúde intestinal você deve estar disposto e pronto para um tratamento multifatorial:

  • Mudar os hábitos de vida;
  • Incluir momentos para desacelerar e se conectar com você;
  • Praticar pelo menos 30 minutos de atividade física todos os dias – caminhada, subir escada, andar até o mercado, fazer a feira a pé… tudo vale para começar!
  • Incluir vegetais e alimentos frescos;
  • Diminuir o consumo de bebidas alcólicas e açucaradas;
  • Incluir alimentos integrais;
  • Evitar o consumo de comida pronta e ultraprocessada;
  • Organizar sua rotina para começar a dormir e acordar nos mesmos horários;
  • Definir horários para as refeições e respeitá-los.

E aí, muito difícil?

Escolha 1 e comece a incluir no seu dia-dia por 1 semana. Depois, inclua mais um por mais uma semana.

Vá aos poucos e verá que, quando menos perceber, já estará se sentindo com bem mais energia e menos desconforto!

Espero você nas minhas redes sociais – lá posto conteúdo fresquinho diariamente! Clique aqui para me acompanhar.

Um beijo,

 

Sobre o Autor

Flavia Machioni

Flavia Machioni

Eu sou a Flavia, autora do Lactose Não. Sou especialista em cozinha natural, Health Coach formada pelo IIN/NY e Relações Públicas pela UFPR. Há mais de 7 anos venho mudando meu estilo de vida e alimentação para ter mais saúde e bem estar. Divido grande parte desse caminho aqui e em minhas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *