Como diagnosticar e tempo de tratamento da disbiose intestinal

Como diagnosticar e tempo de tratamento da disbiose intestinal

Oi, amigos! Hoje falaremos sobre como diagnosticar e tempo de tratamento da disbiose intestinal. Veja os dois últimos posts do blog que inspiraram o tema: o que é disbiose intestinal e quais os sintomas e 5 dicas para tratá-la.

Como diagnosticar a disbiose?

A disbiose na verdade é um sintoma, assim como a febre se manifesta ao sinal de infecção ou virose. O que precisamos entender é a causa da disbiose, porque todo mundo tem em um certo grau. Algumas pessoas têm muito mais, e outras menos.

Quando temos um perfil disbiótico, que é quando existem mais bactérias ruins no nosso intestino, podemos começar a sentir diferentes fatores em nosso corpo. Então, temos a causa, a disbiose e a consequência dela. Leia tudo sobre os fatores causadores da disbiose aqui.

Os sintomas dependem do local onde o desequilíbrio bacteriano se desenvolve de acordo com o que comemos, e não o que comemos, necessariamente. A conhecida frase ”você não é o que come, e sim o que digere” lembra exatamente isso. E elas agem de acordo, ou seja, se comemos algo que faça bem para o organismo, um equilíbrio acontece, e vice-versa.

Este fator melhora a imunidade, a parte cognitiva, protege o nosso corpo, diminui a incidência de obesidade. Se é uma bactéria ruim agindo, ela vai aumentar a resistência à insulina, vai propiciar doenças auto imunes, então, somos muito o resultado do que as bactérias produzem a partir da digestão do que comemos.


Qual o tempo de tratamento da disbiose?

Saiba como diagnosticar e tempo de tratamento da disbiose

Uma dúvida que muitas pessoas têm e me perguntam é quanto tempo fiquei em tratamento para a disbiose, e isso pra mim é bem difícil de responder porque o meu tratamento foi a mudança na minha alimentação, e vivo até hoje seguindo essa mudança. Quando eu parar com o hábito de comer bem e de forma saudável, os sintomas vão aparecer novamente. A disbiose e intolerância estão interligadas, e tinha também a parte em que eu ingeria muito açúcar. Eu gostava muito de doce, então tinha uma falta de nutrientes na alimentação e intolerância à lactose.

O que tive que fazer: cortar os lacticínios e passar a comer comida de verdade. E desde então venho fazendo isso, mas não considero que estou em tratamento até agora. Estou bem melhor mas sei que se voltar aos hábitos de antes, as bactérias ruins vão voltar a aparecer no meu organismo. Saiba mais sobre este processo aqui

Então faz sentido dizer que não existe tempo certo de tratamento e que estamos sempre procurando esse equilíbrio. Portanto, os cuidados devem ser constantes, pois estamos alimentando essas bactérias a todo o momento.

O que podemos considerar é transformar seu padrão alimentar para então mudar os hábitos que estão causando o problema, seja por digestão ou intolerância à algum alimento, e manter esse padrão, pois quebrá-lo a longo prazo é voltar a sentir a disbiose. Lembrando que o uso dos probióticos apenas um processo por todo o caminho de tratamento. Confira aqui o que são probióticos. 

Assista aqui no meu canal o vídeo que inspirou o assunto como diagnosticar e tempo de tratamento da disbiose intestinal.

Espero que o conteúdo sobre a disbiose postado aqui seja de grande ajuda para vocês!!

Beijinhos.

Sobre o Autor

Flavia Machioni

Flavia Machioni

Eu sou a Flavia, autora do Lactose Não. Sou especialista em cozinha natural, Health Coach formada pelo IIN/NY e Relações Públicas pela UFPR. Há mais de 7 anos venho mudando meu estilo de vida e alimentação para ter mais saúde e bem estar. Divido grande parte desse caminho aqui e em minhas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Politica de Cancelamento para Cursos Online - Flavia Machioni Consultoria em Alimentação Saudavel Eireli (CNPJ: 19.521.725/0001-53)

l