Alimento é informação

Todo alimento que colocamos dentro do nosso corpo carrega informações que são decodificadas e transformadas em hormônios, células e emoções, e isso não sou eu falando, é a ciência! Portanto, alimento é informação.

A natureza, perfeita como é, preparou o combustível mais perfeito para nós: comida. Além de ser algo agradável, ainda nos traz satisfação e momentos de prazer – e é assim que deve ser.

Aqui no blog já falei sobre alguns aspectos importantes que devemos conhecer para entender porque às vezes não nos sentimos 100% com nossa alimentação ou digestão.

Mas de maneira alguma você deve fazer com que o conhecimento adquirido aqui deixe você encanado, com medo ou aflito.

O corpo humano é uma máquina fenomenal!

Nós estamos há milhares de anos nesse planeta e sempre evoluindo. Já pensou quão longe nós já chegamos? Tudo o que já foi criado, inventado, melhorado. Eu acho incrível ver como nossa espécie é capaz de tantas coisas.

Ver uma orquestra tocando, uma ginasta se apresentando, uma médica operando, uma engenheira construindo, uma mulher gerando uma vida.. é tudo muito incrível e tudo feito pela máquina maravilhosa que ganhamos ao nascer: nosso corpitcho!

Eu acredito que nosso papel aqui é adquirir conhecimento e consciência para que nossa vida seja repleta de saúde e carinho, honrando esse corpinho lindo que temos.

Princípios para uma vida saudável

Eu tenho alguns princípios para uma vida incrível e quero dividir com você:

  • Conhecimento, busque sempre informações para melhorar.
  • Aceite o momento e a circunstância, sabendo que tudo é passageiro.
  • Calma, para aceitar o tempo das coisas com sabedoria.
  • Silencie, para absorver o que a situação te traz.
  • Experimente novos sabores, e dê chance à mudança.
  • Explore o novo, para ampliar seus horizontes e ver que o mundo é muito grande para viver sempre do mesmo.
  • Alimente bons relacionamentos, que sejam inspiração para o bem.
  • Cuide de si mesma com muito carinho, porque você é muito importante.
  • Seja sua fã número 1, já que você merece muito reconhecimento.
  • Acredite no seu potencial, você é capaz de tudo o que quiser.
  • Mantenha o foco no objetivo, para o caminho ser mais gostoso.
  • Seja a pessoa que você quer ter por perto, para atrair semelhantes.

Com eles em mente, vamos ver um pouquinho sobre as funções de alguns alimentos.

Começando pelo alimento mais fundamental de todos, o primário. Se você ainda não sabe o que é um alimento primário, clique aqui.

Como o alimento primário afeta a saúde

Você já sabe que o que você pensa e sente gera respostas metabólicas, e que não adianta comer quilos e quilos de verduras orgânicas se você continuar vivendo na superficialidade.

Questione-se, pergunte o que você quer entender para você mesmo e seja muito, muito, muito carinhoso com você.

A função do alimento primário para seu organismo será imprescindível.

Veja os benefícios que muitas pessoas vivenciam ao nutrir-se com alimento primário de qualidade:

  • Redução de estresse
  • Melhora da aparência física
  • Melhora do foco
  • Mais disposição
  • Ganho de energia
  • Maior vontade de experimentar coisas novas
  • Aumento da empatia
  • Aumento do cuidado com si mesmo
  • Melhora no sono
  • Melhora no humor

Como conseguir isso? Equilibrando e nutrindo os aspectos fundamentais que envolvem sua carreira, sua família, seu relacionamento, sua prática espiritual, sua atividade física, finanças e auto-estima.

Confira aqui três dicas para controlar o estresse.

Funções dos alimentos secundários

Agora, vamos ver as funções de alguns alimentos secundários, ou seja, a comida em si.

Existem diversos alimentos naturais cheinhos de propriedades funcionais.

Eu tenho dois livros que gosto bastante sobre as funções dos alimentos. Um é bem técnico, o Alimentos Funcionais, e outro com uma pegada mais prática, o Eat Pretty.

Quando comecei a ler o Eat Pretty eu só conseguia pensar: “Gente, que natureza perfeita. Todo e qualquer alimento tem muita coisa boa dentro.. não é possível. Ou será que é?!”

Cada página nova vinha uma lista com ingredientes tão comuns no meu dia-dia que eu ficava muito feliz de pensar que mesmo sem saber eu estava colocando tantos benefícios dentro de mim.

Imagine que alimentos super comuns para nós como maçã, couve, brócolis, alface, agrião, banana, manga, abacaxi, canela, e tantos outros que encontramos com facilidade em mercados e feiras, nos auxiliam a ter cabelos mais brilhantes, pele mais sedosa, olhos mais vivos, unhas mais fortes, musculatura mais firme!

Basicamente todos os ingredientes que têm na nossa lista de compras está cheio de função.

Separei três funções que são praticamente unanimidade na comunidade de médicos integrativos e nutricionistas funcionais quando falam de alimentos funcionais devido ao seu grande efeito em nosso organismo e por serem relativamente fáceis de termos acesso.

De maneira geral eles beneficiam a todos nós, mas lembre-se da individualidade bioquímica que já conversamos: o que é bom para mim pode não ser bom para você. Portanto fique sempre atenta aos sinais que seu corpo te dá e converse com o profissional de saúde que te atende.

Funções importantes para a saúde

Antioxidantes

A oxidação é natural do nosso organismo e em concentrações adequadas desempenham funções essenciais relacionadas a defesa imunológica, sinalização do ciclo celular e biologia reprodutiva. Mas, em concentrações grandes, elas causam oxidação em moléculas saudáveis, aumentando o processo de envelhecimento celular e assim o risco de desenvolver doenças como diabetes, obesidade, câncer, cardiopatias, Alzheimer e catarata.

Nós temos mecanismos naturais para diminuir a oxidação, mas como estamos expostos a diversos fatores que aumentam ela (poluição, toxicidade de tecidos, produtos de limpeza, cosméticos, radiação e medicamentos) precisamos dar uma forcinha a mais com os alimentos.

Para que servem?

As substâncias antioxidantes auxiliam a reduzir os danos causados pela oxidação. Os principais compostos antioxidantes presentes na dieta: carotenoides (vitamina A), ácido ascórbico (vitamina C), tocoferóis (vitamina E) e polifenóis (como o resveratrol e flavonóides). Além destes os minerais cobre, zinco, selênio, ferro e manganês também são considerados antioxidantes pois atuam no processo de oxirredução.

Onde encontrar?

Carotenoides: Cenoura, tomate, agrião, gema de ovo, manteiga ghee, atum, espinafre, brócolis, milho.

Ácido ascórbico: limão, acerola, laranja, morango, brócolis, espinafre, repolho.

Tocoferóis: óleo de girassol, azeite de oliva.

Polifenóis: alecrim, alho, gengibre, cebola, canela, castanha do Pará, coentro, erva-doce, mostarda, orégano, própolis, frutas vermelhas, folhas escuras, cacau.

Glutationa

A glutationa é uma proteína tida como a mãe dos antioxidantes. Nós produzimos ela naturalmente, mas com o passar dos anos e com dieta pobre em nutrientes, a produção diminui.

Para que serve?

Ela auxilia em diversos processos do metabolismo, principalmente na detoxificação e redução da oxidação celular. Manter bons níveis de glutationa vai ajudar você a prevenir diversas doenças e o envelhecimento precoce!

Onde encontrar?

Comidas ricas em enxofre: alho, cebolas, brócolis, couve, repolho, couve-flor, agrião, rúcula, aspargos.

Butirato

Ácido graxo de cadeia curta (AGCC) produzido a partir da fermentação de fibras pelas bactérias boas do nosso intestino.

Para que serve?

Principal fonte de energia para as nossas lindas bactérias boas e também podem exercer função anticarcinogênica e anti-inflamatória. O butirato tem ótimos efeitos no tratamento de doenças inflamatórias do intestino como Chron e colite ulcerativa.

Isso porque ele atua na supressão do fator-nuclear Kappa B, um fator de expressão de genes que codificam citocinas e enzimas pró-inflamatórias.Ele ainda melhora a permeabilidade intestinal, regula a frequência das fezes, tem efeito na saciedade e propriedade antioxidantes, ou seja – amamos!

Onde encontrar?

Fibras solúveis como aveia, psyllium, inulina, oligossacarídeos, e no amido resistente presente na mandioca, banana verde, milho, batata, leguminosas, etc.

Separei somente esses três para ilustrar, mas a verdade é que todo alimento natural tem uma chuva de nutrientes e benefícios que parece até mentira!

Vitaminas, minerais, fitoquímicos, água, fibras, proteínas, lipídios, carboidratos – tudo é lindo e tudo é útil!!

Leia também este post: Fatores para longevidade – Blue Zones

Não esquece de me acompanhar diariamente no Instagram para ver meus vídeos e dicas.

Um beijo!

 

 

Sobre o Autor

Flavia Machioni

Flavia Machioni

Eu sou a Flavia, autora do Lactose Não. Sou especialista em cozinha natural, Health Coach formada pelo IIN/NY e Relações Públicas pela UFPR. Há mais de 7 anos venho mudando meu estilo de vida e alimentação para ter mais saúde e bem estar. Divido grande parte desse caminho aqui e em minhas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *