Panetone sem glúten, lactose e ovos


Oii meus amores!!!!

Vamos ver hoje como fazer um panetone sem glúten, lactose e ovos?!

A cozinha restritiva tem suas técnicas e conceitos específicos e volta e meia venho mostrar algum truquezinho novo para conseguirmos ter receitas deliciosas, saborosas, nutritivas e sem alergênicos, né?

Hoje não será diferente! Eu desenvolvi essa receita com muito carinho, e desculpem a falta de modéstia, mas é o melhor panetone que já criei!

Como sempre, optei por farinhas integrais e ricas em nutrientes, e além disso enriqueci com fibras ao utilizar o psyllium e a biomassa de banana verde, que misturei com o chocolate derretido e cobri alguns dos chocotones.

O recheio fica à seu critério: chocolate, nozes, castanhas, frutas secas, cremes, etc.

Tudo vai ficar maraaaa nessa massa! Vocês não têm ideia!

**Substituições**

– O psyllium pode ser substituído por 2 colheres de sopa de gel de chia ou linhaça (misture 1 colher de sopa da farinha de chia/linhaça com 2 de água e espere formar um gel). Mas, se quer meu conselho, dê preferência ao psyllium.

– A farinha de grão de bico pode ser substituída pela de arroz, quinoa ou amaranto MAS eu recomendo não substituir.

– Pode usar outro óleo como de girassol ou a manteiga ghee

– Pode trocar o açúcar mascavo por demerara ou de coco. Não cozinho com adoçantes artificiais, portanto não sei qual será o resultado.

– Não substitua o suco de abobrinha com laranja, o resultado vai ficar diferente.

Como disse, de todas as receitas que já fiz de panetone essa foi a que mais gostei da textura e sabor.

Ele fica super macio!!!

Como massas sem glúten perdem umidade mais rápido, com o passar dos dias ele vai ressecando e ficando menos macio. Basta aquecer um pouquinho que ele volta a ficar macio – isso se ele sobreviver vários dias né kkkkk

Eu não costumo usar muito a goma xantana em receitas, mas nessa em específico eu gostei do resultado, ela auxilia a reter a umidade da massa e mantém ela macia por mais tempo.

Espero que gostem!!

Ah, caso queira outra receita de panetone sem glúten e lácteos, clique aqui para assistir meu vídeo no canal.

Clique e conheça meus e-books com receitas exclusivas! Opções a partir de R$19,90

Esta receita é:

Ingredientes:

  • 160 ml de água ou 2/3 xícara
  • 10 gramas de fermento biológico seco
  • 1 colher de sopa de açúcar mascavo ou demerara
  • 250 ml de suco de abobrinha com laranja – bata 150g de abobrinha com 200 ml de suco de laranja
  • 3 colheres de sopa de essência de panetone
  • 2/3 xícara de açúcar mascavo
  • 2 colheres de sopa de psyllium misturadas em 80 ml (1/3 xic) de água
  • 1 xícara de fécula de batata ou amido de milho
  • 1/2 xícara de polvilho doce
  • 1 xícara de farinha de grão de bico
  • 1/2 xícara de farinha de amêndoas ou outra oleaginosa
  • 1 colher de chá de goma xantana
  • 2 colheres de sopa devinagre de maçã
  • 2 colheres de sopa deóleo de coco
  • 150 gramas de chocolate sem leite (minimo 50% cacau) ou frutas secas – eu adoro colocar tâmaras, cranberry e uva-passa
  • 50 gramas de amêndoas laminadas ou nozes picadas

Instruções:

  1. Primeiro vamos fazer a pré-fermentação. Aqueça os 160ml de água por 25 segundos no microondas. Caso não utilize microondas aqueça a água até atingir 37 graus.
  2. Misture o fermento biológico seco e 1 colher de sopa de açúcar mascavo ou demerara e deixe descansando por uns 10-15 minutos para o fermento começar a agir.
  3. Vai formar uma espécie de esponja.
  4. Enquanto isso hidrate o psyllium em 80 ml de água e deixe descansar por uns 5 minutos.
  5. Misture as farinhas e goma xantana em uma tigela e reserve.
  6. Na batedeira, bata o açúcar mascavo, o suco de abobrinha com laranja, a essência de panetone e o psyllium, até se combinarem.
  7. Adicione o fermento, que deverá ter reagido.
  8. Com a batedeira ligada, vá adicionando aos poucos o mix de farinhas.
  9. Quando a massa estiver homogênea adicione o vinagre de maçã e depois o óleo de coco. Deixe bater para que os dois se misturem.
  10. Por fim adicione o chocolate picado, ou frutas secas e as oleaginosas e misture com uma espátula.
  11. Despeje a massa nas formas de panetone e deixe descansar e crescer por uns 20 minutos.
  12. Aqueça o forno em fogo alto.
  13. Você deverá assar a massa nos primeiros 5 minutos em temperatura alta (no meu forno é 280 graus), depois diminua para 180 graus e asse por mais 30-50 minutos, depende do forno e do tamanho do panetone.
  14. Deixe esfriar em grade.

11 comentários em “Panetone sem glúten, lactose e ovos

  • 9 de outubro de 2019 at 1:48
    Jenifer Mary

    Agora não sei se vai a biomassa na receita ou não, vi que não foi respondido nos comentários

    Reply
    • 15 de outubro de 2019 at 7:54

      Oi!! Não vai, somente os ingredientes listados na receita.

  • 21 de dezembro de 2016 at 16:00
    ALINE SILVA

    Que receita maravilhosa!!!
    Desculpa a pergunta, mas a abobrinha é cozida?

    Reply
    • 22 de dezembro de 2016 at 12:14

      Oioi!!! Não, é crua mesmo 🙂
      Obrigada pelo carinho.

  • 13 de dezembro de 2016 at 9:29
    Valesca

    Vou fazer e adorei. Peguei as bolachinhas tbém.

    Reply
  • 17 de novembro de 2016 at 11:40
    Jéssica

    Oie Flávia! Me bateu uma dúvida, no texto antes dos ingredientes você menciona que utilizou psyluim e biomassa de banana verde para enriquecer a receita com fibras, mas nem nos ingredientes e nem nas instruções de preparou você cita a biomassa de banana verde. Me confundi. quero muito testar essa receita. aguardo tua resposta pra por a mão na massa! beijos

    Reply
  • 17 de novembro de 2016 at 10:49
    Jéssica Caroline Syange Manéa

    Oi Flávia! Me surgiu uma dúvida: antes da receita, no texto, você diz que enriqueceu a receita com fibras ao utilizar o psylium e a biomassa de banana verde, mas nos ingredientes e nas intruções de preparo você não cita a biomassa de banana verde. Me ajuda por favor, pois quero testar essa receita. Beijos

    Reply
  • 10 de novembro de 2016 at 11:33
    Carol

    Bom dia Flavia, sou alérgica a laranja, posso substituir por outro suco?

    Reply
    • 10 de novembro de 2016 at 15:45

      Oi Carol!
      Pode usar leite vegetal ou água.
      bjs

    • 28 de novembro de 2016 at 1:08
      Suellen

      Nesse caso continua a abobrinha ou so usaria o leite?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *