Intestino preso – muito além das fibras

Você é aquela pessoa que só vai ao banheiro se come mamão ? Ou está sempre comendo um monte de fibras e nada? Ou até vai  ao banheiro com frequência mas parece que não consegue eliminar tudo?

mamao_

Poucas coisas são tão desconfortáveis quanto o intestino preso, não?! Mas há tantas causas para o intestino preso quanto dentes em nossa boca e, infelizmente, essa questão é geralmente resumida à falta de fibras pelos meios de comunicação e leigos.

O que posso te garantir é que se você é do tipo de pessoa que consome tudo integral, come bastante frutas e verduras, e ainda assim sofre com o seu intestino, o seu problema não é a falta de fibras!

O intestino é um tubo, e para este tubo se movimentar de forma adequada ele de fato precisa de algo que o preencha e faça volume, que no caso seriam as fibras. Para que essas fibras não fiquem todas compactadas e virem um bolo duro, você precisa de água, nem tão pouco que não o dilua, mas também não muito que atrapalhe sua digestão. Até aqui tudo bem, estamos dentro do padrão já conhecido.

Mas há outras possibilidades que devem ser consideradas neste contexto como: má digestão, má mastigação, intolerância alimentar, intestino irritado, deficiência de ferro, deficiência de magnésio, uso de laxante, combinações alimentares erradas, falta de fibras, excesso de fibras, falta de água, estagnação da vesícula biliar, falta de tônus muscular além de casos mais sérios como doenças intestinais.

A ideia aqui não é te deixar mais perdido (talvez esteja se sentindo assim agora :() mas apontar para a gama de possibilidades que podem existir e merecem ser investigadas.

 

prisao

Dentre todas essas, vou falar em mais detalhes das mais comuns:

  • Má digestão: Tudo que chega no intestino em seu processo natural passou pelo estômago. E se a passagem pelo estômago foi inadequada, o intestino vai pedalar pra fazer seu trabalho. A boa digestão começa com uma boa mastigação e se mantém quando há adequada quantidade de enzimas para digerir uma certa quantidade de alimentos. Excessos alimentares, excesso de líquidos, a mistura de muitos tipos de alimentos, a deficiência na produção de enzimas, o consumo de antiácidos, comer sem estar com fome..são todos fatores que podem atrapalhar na adequada digestão. Assim, os alimentos chegam no intestino maiores do que deveriam, ficam ali muito tempo sendo fermentados e acabam dificultando o movimento intestinal adequado.
  • Intolerâncias alimentares: Ao consumir um alimento que temos intolerância podemos reagir tanto com diarréia quanto constipação. Quando o intestino fica preso nessas situações é como se o corpo estivesse tentando processar aquele alimento que ele não digeriu bem. Com isso, o alimento fica ali parado, aumentando a inflamação no local e causando muitos gases e desconforto.

 

  • Excesso de proteína: como estamos na moda do low carb, muita gente aumenta bastante a quantidade de proteínas na dieta. Mas as proteínas, principalmente as animais, demandam uma excelente digestão, o que nem sempre (na maioria das vezes) não acontece. Uma quantidade ideal de proteína para uma boa digestão seria de cerca de 20g por vez, mas só um bife pequeno de 100g já tem mais do que isso. As proteínas mal digeridas sofrem um processo de putrefação, gerando “lixo” no nosso corpo, diferente das fibras, que quando fermentadas geram substâncias benéficas ao nosso corpo. Portanto, se você consome uma quantidade considerável de carnes e alimentos de origem animal, vale a pena repensar as medidas.
  • Falta de tônus muscular: Uma das coisas que as fibras fazem é estimular o intestino a se contrair, mas se a musculatura do intestino não tem a capacidade de reagir à este estímulo, nada vai sair do lugar. Essa capacidade de contração do músculo do intestino é influenciada por alterações hormonais (principalmente baixos níveis de progesterona), falta de minerais (principalmente ferro e magnésio) ou uso excessivo de laxantes (chás como o sene ou produtos prontos)

 

  • Síndrome do intestino irritável:Algo bem característico no intestino irritado é a sensação de que o intestino está tendo cãimbras e as fezes saem em fitas (achatadas e bem finas). Nessa situação a conduta é seguir uma dieta onde se elimina alimentos fermentáveis e com muitas fibras por um período, também chamada de Food Maps. Como o padrão é escutar que o consumo de fibra deve aumentar, muitas pessoas podem ter piora do quadro por fazer exatamente o oposto.

 

  • Emocional: o intestino é tido como nosso segundo cérebro, mas muitas vezes acredito que ele é mesmo o primeiro (rsrs) Nada traduz melhor esta relação do que o termo enfezad@, usado para descrever uma pessoa mal humorada. A relação intestino – emoções é uma via de mão dupla. Um intestino que não funciona bem deixa qualquer um de mal humor, e um estado emocional ou de estresse alterado também afeta diretamente as funções normais do intestino. Por isso, tente estar mais atento à essa relação. 

Espero que este texto abra seus olhos para novas possibilidades de mudança no seu estilo alimentar e de comportamento e te traga momentos mais feliz no seu momento de rainha ou rei 😉

 

Nutri Pri Riciardi – CRN 89694

Realiza atendimentos clínicos em Curitiba e São Paulo.

nutripririciardi.com

Acompanhe o Lactose Não nas redes sociais também, tem sempre post novo!! Youtube, Facebook, Instagram e no Snapchat procure por lactosenao.

Sobre o Autor

Priscila Riciardi

Priscila Riciardi

Sou nutricionista por paixão! Acredito que a alimentação saudável é um caminho de auto conhecimento e não um monte de regras nutricionais. Para cada pessoa e momento de vida há um alimento e um estilo alimentar. Sempre que posso, adoro criar na cozinha e transformar conhecimento em sabor.

3 comentários em “Intestino preso – muito além das fibras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *