Como levo comida em viagens de avião

Como levo comida em viagens de avião

Oioii, meus queridos!!!

Hoje eu vim falar sobre como levo comida em viagens de avião 🙂

Quem me acompanha nas redes sociais já percebeu que eu viajo bastante e que SEMPRE levo comida comigo. Já fiz um post com algumas ideias de marmitas, mas como muitas pessoas têm as mesmas dúvidas resolvi fazer este post completinho com dicas de como levar comida em viagens de avião.

Aproveite e cadastre-se no formulário abaixo para receber meu e-book gratuito SOS Viagem – o guia do intolerante viajante 🤩. Está cheio de dicas, informações e receitas!


Refeições especiais em vôos

Há bastante tempo fiz este post aqui, contando que é possível solicitar refeições especiais nas principais companhias aéreas internacionais, e que assim temos uma leve segurança de que teremos uma comida que se encaixe em nossas alergias e restrições.

Como infelizmente algumas empresas não levam isso a sério, eu sempre levo algo comigo. Tive um problemão com a Alitalia e as outras companhias que viajei (entre elas Delta, American Airlines, Tam, Gol, Lufthansa) já serviram cada gororoba esquisita que hoje não conto mais com elas.

Vamos então aos pontos práticos de como levar, o que levar, quando levar e como armazenar 🙂

Levando comida no avião

como levo comida no aviao 1Primeiro vamos deixar claro que sim, você pode levar comida no avião, mas não qualquer tipo de comida e depende do tipo de viagem (nacional x internacional)

Para viagens nacionais, levar frutas, comidas frescas ou alimentos prontos (saquinhos, latinhas, etc), não têm problema nenhum.

Já nas viagens internacionais, você até pode sair do país com alguma fruta ou alimento fresco, mas não poderá entrar no país de destino com ele. Por exemplo, você está indo para a Alemanha e, com medo da comida do avião não ser boa/suficiente/segura, leva uma maçã e uns pacotinho de biscoitos. A maçã deve ser consumida durante o trajeto. Caso não tenha comido ela, ao chegar no outro país, descarte.

Clique aqui para ver ideias e algumas das marmitinhas que já levei nessa vida! kkkkkk

Por questões de segurança sanitária a maior parte dos países não permite entrada de alimentos frescos (como frutas e verduras), sanduíches, saladas, etc.

Mas, isso não quer dizer que você não pode levar no avião. Veja como faço:

Preparo minha refeição, como por exemplo uma salada no pote, ou uns bolinhos salgados, omelete, ou apenas uma maçã, banana, etc. Embalo bem, em pote de vidro, tupperware ou marmitinha específica, e guardo ou na minha bolsa ou em uma lancheira.

Você leva consigo sua lancheira/marmita e passa pela segurança do aeroporto, na hora do embarque, sem segredo. Nunca pediram para que eu jogasse fora e nem pediram para revistar.

Importante!

Lembre-se que:

  1. Não leve objetos cortantes: facas e garfos, só se forem de plásticos. Têm algumas opções em lojas de cozinha específicas para viagens e são baratinhas.
  2. Caso esteja levando líquidos (pudim de chia, shake, suco, vitaminas, etc): a embalagem não pode ter mais de 100ml.

O mais importante: lembre-se de comer no embarque ou durante o vôo. Quando chegar no país de destino, descarte antes de passar pela inspeção de segurança. Assim não terá dissabores com as autoridades locais 🙂

Nas viagens nacionais é mais tranquilo! Pode levar, sem medo de ser feliz porque você está viajando somente no Brasil e aí não tem questões sanitárias específicas de um Estada para outro.

Amigos, lembrando sempre que eu estou falando das minhas experiências. Eu viajo bastante mesmo, e sempre levo comida, nunca me pediram para jogar fora nada – mas eu sempre obedeço esses requisitos.

Outra coisa que você pode fazer, para se sentir mais seguro é pedir ao seu médico um atestado informando da sua alergia/intolerância para que, caso você seja parado e questionado, tenha a justificativa do porquê está levando alimentos com você.

Agora, se você ainda não está se sentindo seguro, tenho uma solução!

Compre algum produto pronto, industrializado, e leve. Hoje em dia temos várias opções de biscoitos, barrinhas, bolos, pães, chocolates, etc. Comer uma besteirinha nessas horas não tem problema algum, problema é se contaminar, passar mal e estragar a viagem, né?!

Caso tenha alguma duvida deixe aqui nos comentários que eu vou respondendo.

Agora faça as malas, organiza a marmita e curta muito! Ah, e não esqueça de baixar meu e-book preenchendo o formulário que deixei no início do post!!!

Para dicas atualizadas visite a #lactosenaoviaja no meu Instagram ❤️

Um beijo!

Sobre o Autor

Flavia Machioni

Flavia Machioni

Eu sou a Flavia, autora do Lactose Não. Sou especialista em cozinha natural, Health Coach formada pelo IIN/NY e Relações Públicas de formação. Faz 7 anos que venho mudando meu estilo de vida para ter mais saúde e bem estar e divido grande parte desse caminho aqui e em minhas redes sociais.

5 comentários em “Como levo comida em viagens de avião

  • 28 de dezembro de 2016 at 10:57
    Suélen Clavé

    Olá Flávia!
    Tenho um filho alérgico às proteínas do leite e carne. E nós dois fazemos a diete de restrição pois andamento ele.
    Gostaria de saber como podemos armazenar alimentos congelados e se podemos levar no avião ou despachar?
    Obrigada! Bjus!

    Reply
  • 9 de julho de 2017 at 21:58
    Leda Child

    OI Flavia. Passei uma fome danada em dezembro no ano passado indo para o Brasil. Serviram um cafe da manha horrivel no aviao … o pao estava duro e esquisito. Minha sorte eh que eu tinha levado biscoitos industrializados (sem gluten/sem lactose). Chegando em Sao Paulo, e sem conexao para o mesmo dia, fiquei num hotel que, pra variar, nao tinha nada que suprisse minhas necessidades. Fiquei soh no cha preto e os meus biscoitinhos, alem das frutas. Agora aprendi. Da proxima vez vou levar o meu lanchinho como voce sugeriu e fazer biscoitos e bolinhos nutritivos . No final das contas a gente emagrece por ter cortado o gluten e depois por nao comer literalmente em situacoes assim. Ainda estou me adaptando.

    Reply
  • 26 de julho de 2017 at 18:02
    Mércia Faustino

    Olá Flávia
    Não lembro como encontrei esse lugarzinho seu, uma maravilha!
    Parabéns!

    Reply
  • 19 de julho de 2018 at 12:42
    Laryssa

    Oi Flávia, é permitido entrar em outros países com lactase? Sei que remédios requerem prescrição médica, mas a enzima tbm entra nessa história?
    Obrigada desde já

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Politica de Cancelamento para Cursos Online - Empresa Lactose Nao - F.M.M. MEI (CNPJ: 19.521.725/0001-53)

l