Como tratar a Intolerância à Lactose?

Oi queridos!!

Vocês sabem como tratar a Intolerância à Lactose? Ou se existe tratamento para ela?

Eu resolvi falar um pouquinho sobre isso pois tenho recebido muitos emails e comentários contando suas histórias e pedindo ajuda para diminuir os sintomas. Como eu contei aqui, esses tempos eu tive uma crise bem forte e procurei a Dra Juliana Trevilini – que é nutricionista com conhecimento em alergias e restrições alimentares – para me dar uma luz.

Assim que descobri minha intolerância à lactose o gastro que me diagnosticou passou pouquíssimas informações e apenas receitou a lactase manipulada caso eu quisesse consumir produtos lácteos. Não me orientou sobre posologia, tempo de ação no organismo, quais os efeitos dela, nada. Isso eu fui descobrindo na tentativa e erro. Ele me passou uma lista bem básica do que poderia conter lactose e só.

Pelo o que vejo nos emails e comentários que recebo isso não foi só comigo, uma grande maioria passou pelo mesmo e obviamente assim como eu, saíram do consultório perdidos e desesperados! hahaha

Eu comecei a me cuidar mais, evitava o máximo que podia alimentos com lácteos e mesmo assim de vez em quando passava mal. Me consultei com uma nutricionista, mas ela era especializada em nutrição esportiva e acabou por me receitar apenas suplementos e passar um cardápio com sugestões de alimentos. Até então eu nem sabia que intolerância à lactose tinha que tratar.

Até que mês passado, como falei ali em cima, depois de mais de três anos diagnosticada como intolerante à lactose, me consultei com a Dra Juliana e ela me explicou o porque da necessidade do tratamento. Vou tentar explicar aqui, se não entenderem eu tento de novo tá?

O nosso intestino é habitado por vários microorganismos e bactérias que auxiliam na digestão e na absorção dos nutrientes que precisamos. Quando temos algum tipo de alergia ou restrição alimentar (como a IL, a APLV ou doença celíaca) sempre que consumimos estes alimentos alergênicos nossa flora intestinal tenta combatê-los como se fossem agressores – o que na verdade para nós eles são. O que acontece a partir daí é que consumindo estes alimentos com frequência nossa flora intestinal vai sendo enfraquecida, podendo até ser dizimada, tadinha.

O nome desse estado é disbiose intestinal, e é super comum!! Veja aqui mais conteúdo sobre.

Por isso que quando descobrimos uma intolerância é fundamental o tratamento. Como a Juliana me explicou, o tratamento deve ser feito basicamente seguindo dois princípios:

1. Desintoxicar o organismo cortando todos os alimentos que contenham a substância ou alimento que você tem intolerância ou sensibilidade ( lactose, proteína do leite, glúten, etc)

2. Refazer a flora intestinal através de alimentação balanceada (é fundamental a utilização de alimentos frescos, naturais e ricos em nutrientes), dos suplementos alimentares, como a glutamina e os probióticos (estou devendo o post sobre eles, essa semana ainda eu publico, prometo!) e de hábitos de vida saudáveis (estresse afeta MUITO o intestino, sabia?).

Após feito isso o nosso organismo vai se reestabelecendo, mas isso pode levar um tempo!

Pensem comigo, passamos anos comendo alimentos que não nos fazem bem, que agridem nosso intestino e que nos trazem inúmeros desconfortos. Natural que o processo para nos desintoxicar e voltarmos ao normal leve um certo tempo né?

Ao longo do tempo, conforme vamos refazendo a flora intestinal e fortalecendo nosso sistema, podemos ir reintegrando aos poucos produtos com baixo teor de lactose na nossa alimentação, sabiam?

Eu estou fazendo este post pois quando eu fui diagnosticada o meu médico não me disse nada disso. Eu fui descobrir que precisava disso depois que – mesmo achando que estava abafando cortando a lactose – vi que ainda passava muito mal e não entendia o porquê.

Por isso eu aconselho a todos que procurem um nutricionista funcional ou especializado em alergias e intolerâncias alimentares. É fundamental gente, de verdade!!! Por mais que tenhamos acesso a muitas informações através de internet, revistas, livros, nada substitui o trabalho do profissional!!

Outra coisa, levem a sério o tratamento. É chatinho sim ficar cuidando de tudo o que come e lendo todos os rótulos, mas gente por favor né, mais chato do que passar mal direto, ficar inchada, ter dores, ficar fraca? Jamais né?!

Entendam que os sintomas não são o pior, isso pode se agravar. Desnutrição, Hiperpermeabilidade Intestinal, Síndrome do Intestino Irritável, queda de cabelo, fraqueza, e várias outras coisas podem vir desses descuidos.

Vamos nos cuidar mais e amar mais o nosso organismo. Lembrem-se que comida não deve ser vista apenas como fonte de prazer e sim como fonte de saúde!!

Um beijo a todos e que o último mês do ano seja repleto de amor 🙂

Se você não me acompanha ainda nas redes sociais corre lá que tenho postado muita coisa: Youtube, Facebook, Instagram.

Atualização da Dra Juliana:

“Uma Alergia alimentar, passa por processo semelhante só que precisa cortar para sempre Flá….Sensibilidades alimentares podem ser introduzidos os alimentos, mas tem que sempre cuidar com a quantidade, e com a regularidade (esporadicamente). Já para os intolerantes, precisamos detectar o nível de intolerância, pois um paciente que for total intolerante, será muito sensível a qualquer alimento com o mínimo de lactose (daí pode ser usado a enzima).
Mas o CUIDADO com os alimentos que somos intolerantes ou sensíveis devem existir para SEMPRE!!! BJAO”

Sobre o Autor

Flavia Machioni

Flavia Machioni

Eu sou a Flavia, autora do Lactose Não. Sou especialista em cozinha natural, Health Coach formada pelo IIN/NY e Relações Públicas de formação. Faz 7 anos que venho mudando meu estilo de vida para ter mais saúde e bem estar e divido grande parte desse caminho aqui e em minhas redes sociais.

49 comentários em “Como tratar a Intolerância à Lactose?

  • 26 de novembro de 2018 at 18:07
    Leilane

    Olá, parabéns pela sua dedicação nos posts, dediquei a minha tarde de hoje a ler tudo por aqui. Quem tem esse problema nem sou Eu, é meu esposo mas eu sofro muito junto com ele; estamos passando uma fase bem difícil de muito sofrimento porque ele também tem intestino irritável e deficiência na vitamina B12.
    Queria saber se vc teve falta dessa vitamina por causa da ausência do leite e se procurou somente uma nutricionista para te ajudar.
    Obrigada desde já.

    Reply
    • 19 de dezembro de 2018 at 15:13

      Oi Leilane!
      Já tive falta de B12 sim.
      A falta dessa vitamina está relacionada a inflamação intestinal, e não a falta de consumo de leite e derivados.
      Uma nutricionista pode te ajudar 🙂
      Bjs

  • 10 de junho de 2018 at 18:19
    Elis

    Olá, muito obrigada pelo seu posto, descobri a 1 mês que sou intolerante, mas passei 3 meses passando mal( médicos falando que era psicólogico) , agora diagnósticada sentia muito enjôo e ainda com diarréia, o médico havia tido antes que era síndrome do intestino irritável,aafff não me explicaram sobre o período de desintoxicação. Muito obrigada

    Reply
  • 4 de agosto de 2017 at 14:05
    Aline

    Oi! Flavia. Tudo bom?
    Há 2 anos venho tendo problema com dores absurdas e prisão de ventre. Descobri há pouco tempo que tenho problema com a lactose o medico fez a mesma coisa comigo. Meu cabelo está caindo muito e me sinto com enjoo e problemas diariamente. E descobrindo o remédio foi uma solução e ao mesmo tempo um problema, porque pensei que só porque tinha remédio poderia comer de tudo e que era só tomar o remédio após a ingestão. Engano meu… me sinto ainda com os mesmos sintomas. Após ler seu blog, no caso hoje, vou tentar cortar e limpar o organismo para ver se melhoro. Já agradeço a ajuda e o compartilhamento da sua experiência.

    Reply
  • 26 de maio de 2017 at 21:49
    Amanda

    Boa noite ? Tô meia perdida aqui e espero achar uma “alma santa” pra me ajudar. Descobrir a 5 dias que sou intolerante a lactose, a 25 dias sinto calafrios qdo vejo leite e derivados, sinto enjoo sempre depois do almoço . Faz 5 dias que não consumo nada de lactose mas continuo com enjoo sempre depois que almoço. Me falaram que ficaria assim por um tempo, pq estou entoxicada, gostaria de saber se é verdade? Esse enjoo ficarei por quanto tempo? Agradeço

    Reply
    • 30 de maio de 2017 at 9:41

      Oi Amanda!
      Os sintomas podem demorar a desaparecer mesmo, depende do nível de intoxicação e da sua alimentação daqui pra frente.

  • 5 de março de 2017 at 23:33
    Katia

    Boa noite…tenho il e venho percebendo alguns sintomas estranhos logo que consumo algum alimento que contenha leite… As vezes fico resecada. ..tenho diarréia somente um dia depois…e tô sentindo falta de ar logo que consumo algum alimento c leitr…sou teimosa e consumo…As vezes n dá pra tá restring indo tudo que contém leite…esses sintomas acima citados tem a ver c a il? Pq eu tudo que já li…nuna ouvir falar em resecamento e falta de ar ao consumir leite sendo intolerante. Desde já agradeço.

    Reply
  • 1 de fevereiro de 2017 at 0:34
    Stefanie

    Olá Flávia, meu nome é Stefanie e tenho 18 anos! Após descobrir minha intolerância a lactose, me deparei encurralada em uma péssima gastrite! Agora que já estou bem, venho te fazer uma perguntinha. Meu cabelo sempre cresceu lentamente e comprei um shampoo bomba da Salon line para ver se ajuda! O problema é que no rótulo avisava que contém Whey Protein e eu ignorei esse fato, porém toda vez que lavo o cabelo com esse shampoo ele começa a cair, não muito, porém alguns fios e meu cabelo nunca foi de cair. Voltando à pergunta, você acha possível essa queda ter relação com a intolerância devido ao shampoo conter proteínas do leite? Já comentaram que deveria olhar rótulos de shampoo, mas nunca achei que meu cabelo poderia cair por isso! Muito obrigada e aguardo a sua opinião ??

    Reply
    • 1 de fevereiro de 2017 at 19:30

      Oi Stefanie!!
      Sinceramente não sei. Não sei até que ponto o ingrediente no shampoo tem ligação direta com o fato de seu cabelo cair.
      Procure um dermatologista, deve conseguir te ajudar!
      bjs

  • 3 de outubro de 2016 at 10:24
    Bruna Lais Camilo

    Bom dia Flavia,

    Nos ultimos dois mêses comecei a apresentar sintomas de IL, entre estes diarréia, colica, inchaço e flatulências, mas eu não estava ligando estes
    sintomas ao consumo do leite. Quase todos os dias ingiro queijo e iorgutes… Até que meus pais falaram sobre a tal intolerancia a lactose.. Andei pesquisando e pelo que li os sintomas aparecem logo após o consumo de lactose ou em até duas horas depois. No meu caso não tenho reações apos ingerir aimentos que contenham lactose mas pelo que observei, eles surgem em um dia após geralmente…

    Isso pode realmente ser sintomas de Intolerancia a Lactose?

    Há outros sintomas? Isso pode acarretar em alterações comportamentais? Ex: cansaço, tontura.. etc

    Muito obrigada,

    Reply
  • 21 de setembro de 2016 at 14:54

    Olá Flávia, quando pequena tive alergia a proteína do leite de vaca e agora com 20 anos comecei com os sintomas de intolerância a lactose, depois de seis meses com os sintomas causando muito desconforto, me impedindo de estudar e sair e me atrapalhando muitas vezes no trabalho, resolvi ir ao médico e ele solicitou os exames, eu os fiz mas ainda aguardo os resultados. Comecei a cortar os alimentos derivados do leite e o próprio leite mas ainda assim sinto os desconfortos, eu já estava ficando louca até encontrar seu site e descobrir que existe um período de desintoxicação, acho que meu problema deve ser esse. Espero conseguir fazer a dieta e melhorar, pois preciso voltar a minha rotina e seu site ajuda bastante as pessoas que sofrem com isso.

    Reply
  • 28 de setembro de 2015 at 13:43
    aurea

    Passei 8 anos indo ao médico, fiz muitos exames. agora, de vez em quando, tenho uma recaída. sinto muuuita falta do sorvete. não tem nenhuma receita sem leite não ? kkkkkkkk

    Reply
  • 28 de setembro de 2015 at 13:40
    aurea

    Eu sempre passei muito mal! Quando era pequena tinha um barrigão e intestino muito lento. e minha dieta era basicamente leite e pão. era leite, queijo, iorgute, vitaminas de fruta com muuuuito leite, mingaus, biscoitos e muuuuito pão! me estraguei até um dia que não aguentei mais. fiz um exame e deu intolerância a lactose, mas o medico nem deu importância. disse que eu tinha sindrome do intestino irritável. minhas crises diminuíram, mas quando elas aparecem são beem mais fortes. sinto muito cansaço, falta de ar, o cabelo cai, dor na barriga, inchaço, e sempre a garganta inflama. fui na nutricionista e ela suspeita que eu tenha alergia ao leite também. e o pior é que se eu comer alguma coisa com farinha de trigo isso tudo só piora. ainda bem que eu acabo criando algumas receitas sem gluten e sem leite e vou me virando por aqui. Hoje não posso comer mais nada do que comia antes

    Reply
  • 8 de maio de 2015 at 23:21
    Amanda Talita

    Amo este blog. Me ajuda muito, faz um ano q fui diagnosticada com IL e desde então procuro ajuda na net, mas as vezes não adianta, passo mal muitas vezez e agora vou procurar uma nutricionista fucional.Espero ter uma menus boa melhora pq é horrível fazer o regime e mesmo assim passar mal.

    Reply
  • 8 de julho de 2014 at 2:04
    KATIA

    Eu tbem adorava nescau e tem uns 7 meses que não compro mais,e o de caixinha tbem, tem gente que acha q estou de dieta mas não é por isso, eu sempre fui magara pesava 64 kg e agora peso 53 kg,e não quero ficar magra demais ,mas que Deus nos ajude ,tchau

    Reply
  • 8 de julho de 2014 at 2:01
    KATIA

    Parece que esta intolerância mexe um pouco com o psicológico da gente, e com o humor pois a gente fica com vontade de comer alimentos como docinhos brigadeiro, ou sorvete tem q ser só de fruta, estas restrições afetam a gente desanima um pouco,espero e desejo boa sorte a vcs,e \\à todos q tem este problema.

    Reply
  • 8 de julho de 2014 at 1:56
    KATIA

    Quando comecei a sentir esta intolerância à lactose, eu ainda fiqueis uns tempos comendo queijo branco,ou pao de queijo,pois pensava que fosse somente o leite putro,mas percebi esta intolerância um dia que tomei um picolé de coalhada e qdo foi a noite tive dores e diarreias, aí que comecei a restringir outras coisas q tenham lactose e olhar rótulos de produtos ,etc. boa-noite. boa sorte amanhã entro aqui novamente.

    Reply
  • 8 de julho de 2014 at 1:51
    KATIA

    ás vezes vou ao shopping e fico com vontade de tomar sovete de baubilha e não posso, e chocolate sem lactose tbem faz mal,e biscoitos, ou pão de que tem leite tive que evitar , as vezes vou na casa de minha mãe ela faz pão de queijo e nem posso comer, é mto restrição que a gente tem q fazer, deve haver um tratamento pra isso,pois acho que deve ser um enfraquecimento no sistema digestivo que causa isso,pois as vezes sinto meio fraca ,mas meus exames de sangue deram normal,melhorei um poko com um chazinho de hortelã amargo,mas mas teve uns dias que a barriga tava incomodando . bjos e boa sorte a vcs. adorei este blog, a gente pode passar idéias uns pros outros.

    Reply
  • 8 de julho de 2014 at 1:39
    KATIA

    Oi gente ,eu tbém tenho intolerância à lactose descobri isso há uns 6 meses e perdi 11 kg porque tive que tirar alimentos como queijo branco, sorvete, chocolate,tudo coisas que eu adoro ,e fiquei triste com isso, senti enjôos, diarreias, procurei gastroenterologista e nutricionista,ela pediu exames mas não passou nenhum tratamento, li estes relatos e vou procurar uma nutricionista funcional pra ver se me dar um tratamento,minha prima tbem tem isso e me disse que existe um remedinho que ajuda ,tipo ele dissolvido em água ou nos alimentos que tem lactose para barrar os mal-estar que isto provoca e incômodos ,e até cólicas já senti por isto, mas se Deus queiser vou achar uma forma de resolver, pois outro dia só pq comi um pedacinho de bôlo já me causou dores de barriga´. Boa sorte pra vcs tbem, tchau.Eu acho que os médicos deveriam levar mais a sério este tipo de intolerância,pois já consultei com 2 nutricionistas e uma gastro e ninguém passa tratamento só ecografia abdominal e exames de sangue.

    Reply
  • 23 de março de 2014 at 9:18
    Laysa

    Olá! Há um tempo descobri que tenho intolerância à lactose…fui para o carnaval de Salvador depois de tomar um copo de Nescau com biscoito passatempo recheado e desmaiei no meio na multidão. Depois de passar muito tempo pesquisando o motivo do desmaio um gastro detectou facilmente o meu problema. E pra confessar nunca parei com os derivados, parei com o leite e o Nescau, mas continuei com o queijo, um chocolatezinho de vez em quando e há umas duas semanas atrás resolvi parar com tudo.
    Pela primeira vez em 4 anos vim pesquisar na internet sobre essa intolerância e abriu logo o seu site. Adorei!
    Muito obrigada por compartilhar essas dicas e de certa forma é um incentivo para mim.
    Parabéns!

    Reply
    • 24 de março de 2014 at 14:56

      Oi Laysa!
      Que bom que gostou do blog! Espero que ele continue te ajudando.
      Que loucura desmaiar no meio do carnaval em Salvador!!! Li o copo de nescau e passatempo e me deu um negócio já! hahahah
      Volte sempre 🙂
      um beijo

  • 2 de março de 2014 at 22:15
    Renata Kairalla

    Olá Flavia!
    Fui diagnosticada há alguns dias, e estou adorando esse site.
    Assim como você, não obtive muitas informações do meu gastro, apenas a receita da lactase manipulada e nada mais.
    Há anos eu sabia que leite me fazia mal, mas eu tolerava bem os derivados. Mas de 2 meses pra cá, comecei a passar muito mal, até com um simples bombom.
    Gostaria de saber se você tem alguma indicação de nutricionista em São Paulo.
    Muito obrigada!

    Reply
    • 8 de março de 2014 at 23:55

      Oii Renata!
      Não conheço nenhum em especial, mas gosto muito do trabalho que a VP Consultoria faz. Acompanho eles nas redes sociais e acho as postagens deles ótimas.
      Você conhece? Talvez seja uma boa opção 🙂
      beijocas

    • 11 de março de 2014 at 17:14
      Renata Kairalla

      Obrigada, Flavia!
      Não conheço, mas vou procurar.
      Bjs!

  • 20 de janeiro de 2014 at 15:24
    Ana Paula Gomes

    Olá!!!
    Adorei o texto! Sofro com isso há 15 anos e nunca tive muitas explicações de médicos, somente o laudo. Td que eu descobri foi tentativa acerto/erro, e leituras diversas sobre a IL. Preciso passar num nutri tbm!!!!\
    Bju

    Reply
  • 13 de janeiro de 2014 at 9:39
    Luíza

    Acho que descobrir o teu site será o meu presente de 2014! Eu passo mal o tempo inteiro e depois que descobri que tenho intolerância meu mundo caiu (olha o drama!). Sempre AMEI tudo que tem lactose. Fui em um gastro e ele não me deu muitas explicações também, por sinal tenho consulta essa semana. Vou procurar um nutricionista especializado aqui na minha cidade e rezar para os resultados não demorarem muito. Passo o dia fora de casa e toda hora olho no relógio para ver quanto tempo falta para poder voltar :/

    Reply
  • 12 de janeiro de 2014 at 9:33
    junio sergio

    obrigado pela ajuda,
    pois os sintomas não são fáceis estou me cuidando…

    Reply
  • 6 de janeiro de 2014 at 14:09
    Carolina T.

    Flávia, queria saber quanto tempo depois do tratamento(sem lactose, e probióticos) você viu que as diarreias foram embora? Estou curiosa, pois fico vários dias bem, e do nada, volto a ter diarréia.
    Terrível.

    Reply
    • 7 de janeiro de 2014 at 23:01
      Rodrigo Pizarro

      Bah gostaria de saber também, pois estou com o mesmo problema que tu. Já cortei a lactose há 4 meses e pelo menos 1 vez a cada uma ou duas semanas fico mal do nada.

  • 31 de dezembro de 2013 at 0:33
    Cibelle Araújo

    Parabéns pelo site. Estou adorando os esclarecimentos. É incrível como os médicos não nos orientam o suficiente. No próximo mês irei a uma nutricionista para obter uma orientação quanto a minha alimentação. Além da intolerância a lactose também estou com pangastrite. Só um nutricionista para dar a orientação necessária. 😉

    Reply
  • 18 de dezembro de 2013 at 11:38
    Carolina T.

    Obrigada Flávia!!
    Assim fico mais tranquila!! E me dá mais animo para passar por esse processo!
    Boas Festas e tudo de bom para você!

    Reply
    • 18 de dezembro de 2013 at 13:42

      Imagina Carol (a íntima né!), força que tudo vai ficar bem 🙂
      Muito obrigada e igualmente, que o próximo ano seja cheio de coisas boas!!
      um beijo!

  • 17 de dezembro de 2013 at 14:21
    Carolina T.

    Olá Flávia, estou postando de novo pois não sei o que houve com o outro post.
    Acabei de receber a resposta do meu exame e como já previa é positivo.
    Gostaria de saber de você e dos demais leitores se após descobrirem a IL o intestino demorou um tempo para voltar ao normal?
    Ou foi só retirar a lactose que já parou as diarreias?
    Pois mesmo após 1 mês sem ainda tenho dias mais ou menos.
    Bjus

    Reply
  • 17 de dezembro de 2013 at 10:51
    Carolina T.

    Olá Flávia e demais leitoras!
    Confirmei meu teste de intolerância hoje cedo.
    Mesmo sem consumir leite, derivados ou fabricados com leite há quase 1 mês, ainda tenho dias com diarreia. Gostaria de saber, se com vocês aconteceu isso no início da readaptação ou foi só não consumir mais que acabou de vez a briga com o intestino?
    Lembrando que passei cerca de 6 meses em crise constante e tentando melhorar à base de Yakult, kkkk, meu pior inimigo.
    Bjus à todas!!

    Reply
    • 18 de dezembro de 2013 at 9:22

      Oii Carolina!!!
      Bom, no meu caso, como eu contei aqui no post, não foi só cortar a lactose. Tinha dias que passava mal e outros que estava super bem.
      Pelo o que entendi (que minha nutri me disse) depende muito do nível de inflamação que você apresenta, e isso varia da quantidade de lactose que você ingeriu, do grau da sua intolerância e do tempo que demorou para descobrir sua IL. Ou seja, é comum que os sintomas não desapareçam apenas por parar de consumir leite e derivados.
      Converse com seu médico e seu nutricionista, eles vão te ajudar com certeza!
      um beijo

  • 11 de dezembro de 2013 at 13:42
    paula

    Flávia vc já tinha visto este texto do SEMLACTOSE.COM?

    Lançado em 2005 nos Estados Unidos, o Lactagen posiciona-se no mercado como o único produto que realmente traz uma solução definitiva para pessoas com intolerância à lactose. De acordo com informações do fabricante, este suplemento alimentar foi clinicamente testado e observou-se que o programa de tratamento apresenta uma grande redução dos sintomas da intolerância à lactose.

    De acordo com o Dr. Chris Landon, diretor executivo de testes clínicos do Lactagen, a análise dos resultados clínicos mostrou que o Lactagen não somente aliviou os sintomas, mas também permitiu uma melhor adaptação e digestão de produtos lácteos por um longo período após o término do tratamento realizado por pessoas com IL.

    Saiba como funciona:

    Através de um tratamento de 38 dias, o Lactagen recondiciona seu sistema digestivo para ingerir lactose de forma independente (sem auxílio de suplementos alimentares como cápsulas de lactase)
    Ele é clinicamente testado e aprovado por médicos como seguro e eficaz
    De acordo com estudos clínicos realizados pela empresa, o Lactagen reduz os sintomas da IL drasticamente no longo prazo.
    De acordo com as informações do fabricante, o programa de tratamento com Lactagen funciona da seguinte forma:

    Primeiros 18 dias: Lactagen acalma e alivia a inflamação e irritação do trato intestinal.

    Próximos 16 dias: Lactagen gradualmente recondiciona e retreina o intestino, reforçando a microflora (bactérias saudáveis) e auxiliando o sistema digestivo a lidar com a quebra da lactose não digerida.

    Últimos 4 dias: Por fim, o programa Lactagen reintroduz os laticínios à sua dieta de forma confortável e sem sintomas, uma vez que a microflora intestinal possui agora a habilidade de digerir a lactose de forma independente.

    Atualização em 23/03/2011

    Fomos informados que o produto mencionado nesta matéria não está mais à venda. A fabricante, Ritter Pharmaceuticals, planeja lançar um novo suplemento até 2014.

    – See more at: http://www.semlactose.com/index.php/2008/01/27/lactagen-tratamento-para-intolerancia-a-lactose/#sthash.HgMTpT4Y.dpuf

    Reply
    • 11 de dezembro de 2013 at 20:27

      Oii Paula.

      Não tinha lido não, e também não ouvi falar sobre ele.
      Apesar que o texto é antigo né, e pelo o que tá dizendo nem vendem mais o produto..
      Sou um pouco cética com qualquer remédio/dieta milagroso, eu só acreditaria se minha médica indicasse me mostrando 5 casos que deram certo heheheh
      Obrigada por compartilhar!!! beijos

  • 4 de dezembro de 2013 at 13:55
    Fernanda Giacobo

    Oii Flavia!!! Amei esse post!! Como é bom saber que tem blogs como o seu!
    E mais uma vez, obrigada por responder meu email!!! Com certeza vou procurar a Dra. Juliana e aprender e cuidar mais.. afinal, é a solução né?! hehehehe
    Beijão e parabénsss pelo blog! que tenha cada dia mais sucesso!

    Reply
    • 4 de dezembro de 2013 at 20:50

      Oiii Fernanda!!
      Ahh obrigada pelos elogios! Fico muito muito feliz mesmo!!
      Isso, procure e depois me conte se sentiu melhoras 🙂
      um beijo

  • 2 de dezembro de 2013 at 22:46

    BOM…
    Já vi gente com alergia alimentar (mais em crianças) que ficaram COMPLETAMENTE CURADAS, hj consome leite normalmente… E nesse caso eram reações alérgicas mesmo, de coceiras, vermelhidões, fechamento de glote…

    QUANTO A INTOLERÂNCIA, EXISTE A CURA TOTAL???

    Eu tenho intolerância há cerca de 15 anos!!!! Pelo menos é o que me consta na memória as vezes que eu tomava leite e passava mal… Mas somente confirmado com exames e td este ano… (e aconteceu comigo tbm do médico dizer que era só tirar o leite da alimentação que não precisava procurar nutricionista… blablabla.,..)

    Nos meus exames, não sou alérgica a NADA do leite (aqueles tais IGG IGE…) mas meu corpo rejeita TOTALMENTE A LACTOSE… Já fiquei um tempão sem consumir leite e derivados (mesmo sem diagnóstico), mas qdo tentei voltar, mesmo produtos com baixa lactose me faziam mal… Alias a minha nutri falou que se eu seguir consumindo produtos que contenham lactose, o risco de eu desenvolver diabetes é maior por ter ter diabéticos na família… É como se eu fosse uma diabética mas com relação somente ao açúcar do leite… se eu teorizar/viajar um pouco… tomar a lactase seria quase como tomar a insulina… (ok, viajei)…

    alias, ser asiática não ajuda mto né… 90% da população asiática tem algum tipo de problemas com leite e derivados… hahaha e na minha família tem mais intolerantes…

    Reply
  • 2 de dezembro de 2013 at 19:12
    Leandra Mara Madureira

    Oi vc eh de Curitiba? Tive essa impressao … Poderia me indicar sua nutricionista funcional. Obrigada

    Reply
    • 3 de dezembro de 2013 at 9:09

      Oi Leandra, sou sim.
      Minha nutricionista é a Dra Juliana Trevilini.
      bjs!

    • 27 de janeiro de 2014 at 22:42
      Leandra Mara Madureira

      Obrigada 🙂

  • 2 de dezembro de 2013 at 18:57
    Laura Lorenz

    Oi Flávia! Também fui diagnosticada e apenas informada da existência das enzimas. Nada mais! E desde então eu simplesmente aboli tudo da minha alimentação (e as enzimas nem sempre funcionam!) Muito legal este post! Também vou procurar um(a) nutricionista funcional. Obrigada! Beijão!

    Reply
    • 3 de dezembro de 2013 at 9:10

      Oii Laura!
      Que bom que gostou! Achei legal compartilhar pq passei tanto tempo sem saber também né?
      um beijo querida!!

    • 10 de outubro de 2014 at 18:21
      Liliane Gama Lima

      Oi Flávia, também passei pela mesma situação .. o gastro só comentou da IL e pediu para eu consultar um nutricionista … o que você escreveu tem muita lógica … você pode me passar o contato da sua médica Dr. Juliana que planejou todo seu tratamento desintoxicação??

    • 22 de outubro de 2014 at 8:33

      Oi Liliane!
      Claro, o telefone é 41 3234 1616
      bjs!

  • 2 de dezembro de 2013 at 17:55
    Alina Costa

    fui diagnosticada com a intolerância a lactose logo nos primeiros meses de vida. mas sempre me aventurei a comer o que não devia. Agora alem da intolerância eu tenho a síndrome do intestino preguiçoso.

    Reply
    • 17 de dezembro de 2017 at 19:27
      marai angela

      Eu descobri que tenho intolerância a lactose sozinha depois de anos. sempre estava com diarreia ,barriga estufada e gases.mas não sabia o que era.ate que um dia percebi que estava bem o ia todo.Ai comi doce de leite,nesse dia me deu diarreia,mal estar barriga estufada e mts gases.então percebi que era intolerância a lactose,vou passar no medico mes que vem.e confirmar com ele.bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *