Stellenbosch – onde ficar e vinícolas

Stellenbosch – onde ficar e vinícolas

Oii! Dando continuidade a série de posts sobre a África do Sul, hoje vou contar sobre minha visita a Stellenbosch – onde ficar e vinícolas.

Stellenbosch é uma região de vinícolas, por isso, se você não bebe ou não gosta de vinhos, acho que não tem muito porque você ir #FlaviaSincera.

Ou, se você for, vá apenas passar o dia. Fica bem pertinho de Cape Town, 40km. Você pode ir de carro, contratar um serviço de van ou uber.

Nós fomos de carro. Saímos de Abertinia e voltamos em direção a Cape Town, parando em Stellenbosch. Nesse trajeto as estradas são lindas, com paisagens bem verdinhas e amarelas, bem planas. Vale bastante!

Eu amo vinho! Então pra mim o passeio valeu muito. Ficamos um dia e meio lá.

Os preços das degustações são bem parecidos e dependem da quantidade de vinhos que você quer provar. Convertendo para real dava algo em torno de R$40-80 por degustação. Achei barato!!

Esse momento da viagem foi super para relaxar. A gente queira curtir o hotel e beber vinho, basicamente hahaha

Então foi o que fizemos! Saiba que a partir de agora estamos em zona livre de julgamento, porque bebi bastante nesse dia e meio que fiquei lá hahahahhaha

Onde ficar

Nós optamos por nos hospedar em um hotel vinícola. Têm vários na região e até difícil de escolher.

Nós escolhemos o Asara Wine Estate & Hotel. Ficamos duas noites e achei o valor da hospedagem muito OK, R$1205.

O hotel é lindo, o serviço super atencioso – nos ajudaram a fazer reserva em restaurantes, pesquisar quais vinícolas visitar e fazer reservas para degustação.

O quarto era ótimo, super confortável e amplo.

O café da manhã era uma delícia, com tudo fresquinho, leite vegetal a disposição e com uma vista para o lago linda 🙂

Além da degustação de vinhos eles também tem degustação de gin. Como antiga colônia britânica eles pegaram alguns costumes dos ingleses, um deles o de beber e fazer gin. Tem muito gin local! Inclusive trouxe um para casa para o marido ?(ele não foi, viajei com uma das minhas melhores amigas!).

O bar do hotel, Sansibar, é bem descoladinho e nas duas noites que ficamos lá teve evento.

Olhem que lindo esse gin que tomei lá:

 

Bom, mas voltando aos vinhos!

Vinícolas

Asara

A primeira vinícola que fizemos degustação foi a do próprio hotel, Asara, no dia que chegamos.

Infelizmente, apesar do hotel ser ótimo para se hospedar, achei a degustação fraquíssima.

O ambiente não é gostoso (podiam ter investido melhor nessa experiência), o atendimento super mediano, não sei se estavam cansados no dia, mas eu gosto de ouvir as explicações sobre a produção do vinho e a mocinha estava super robótica.

Os vinhos também não amei nenhum! Se fosse para escolher algum, o espumante se salva. Mas faltou emoção, nem quis comprar pra levar pra casa! hehehe

Waterford

No dia seguinte, a primeira que visitamos foi a Waterford.

Eu amei!!! A melhor das 4 que visitamos. Atendimento ótimo – percebam que atendimento para mim é algo fundamental, e lugar super charmoso.

O hotel fez reserva pra gente e nos colocaram num sofazinho na frente da lareira e o Juri (leia iuri) nos atendeu. Um mocinho muito simpático que nos explicou tudo e tirou todas as dúvidas que tive, porque gosto de perguntar mesmo não entendendo de vinho! hahahah

Os vinhos estavam bem bons. Eu gosto mais de vinho branco, o tinto normalmente acho pesado e não me faz muito bem. O chardonnay deles é delicioso!  Trouxe garrafas pra casa para apreciar com o namos (marido, que é namorado! haha). O valor da garrafa era algo em torno de R$70 – bem em conta para um vinho bom.

Achei mais intimista a degustação e a dona tem dois cachorros fofíssimos que aparecem hora ou outra ?.

Tokara

Acho que é uma das mais famosas da região. O lugar é lindo, a arquitetura lindíssima!

Ambiente mais sofisticado, mas, na minha opinião, meio pega turista sabe? Nã que não valha a pena ir, vale sim, porque realmente é lindo o lugar, mas não dá pra comparar o atendimento e clima mais intimista tipo da Waterford com algo mais “larga escala” como a Tokara e a Delaire Graff.

O atendimento foi bom, a moça era atenciosa e nos explicou o que perguntamos, mas diferente do Juri, ela só falava se a gente perguntava, se não era meio: “Esse que vocês vão provar agora é um Shiraz 2012, um dos nossos vinhos”.

Enquanto Juri falava “Esses que vocês vão provar agora é um Shiraz 2012 com 70% uvas shiraz, 10% uvas cabernet e 20% uvas pinotage o que o torna um vinho marcante. Ele é fermentado por 18 meses e depois divide-se 1/3 para envelhecer em barril de carvalho e o restante para envelhecer em tonéis de aço”.

Inventei essa descrição baseada no que lembro que ele falava, mas gente, BEM MAIS LEGAL assim né? Você imagina o processo!

Mas, se você não acha isso legal, desconsidere minha paixão por customer service hahaha.

Lá na Tokara nós fizemos degustação de azeite de oliva também – até porque, muito álcool e pouca comida não dá certo né?

Achei interessante, mas não enlouqueci com nenhum azeite.

Resumindo: visite! Mas se quiser uma experiência diferenciada veja antes para marcar algo mais exclusivo como um tour ou algo assim. Nós que fizemos de última hora acabamos pegando o “pacote básico”.

Ainda assim, vale muito pela estrutura e vista. A degustação é em um cubo de vidro lindo. Olhem a foto, que phyna:

Delaire Graff

Uma das mais conhecidas também, fica basicamente atravessando a rua da Tokara.

Estrutura super linda, cheia de obras de arte, bem imponente. A vista é maravilhosa!!!

Os vinhos, ok, confesso que já estava achando tudo legal.. hahahahha quem ama vinho agora deve estar indignado com minha indelicadeza, mas trabalhamos com verdades.

Atendimento foi o pior de todos. O garçom mal e mal falava o nome do vinho! Esse eu senti total a vibe de turista. Tipo aquele lugar que investiu no ambiente, na localização, fez nome, tem um volume enorme de gente todo dia e por isso desencanou de atender com excelência, sabe como? Quem aí já caiu numa dessas? ??‍♀️

Mas, lembrando que fizemos a degustação básica sem nenhum extra ou luxo a mais. Com certeza, pelo porte e vibe ostentação da vinícola, eles oferecem experiências bem mais customizadas e diferenciadas.

Porém, se for fazer o básico, não espere grandes emoções. A emoção fica por conta da vista, ambiente e arquitetura.

Lá e na Tokara você pode fazer fotos muito bonitas pras suas redes sociais. Já pela experiência, com certeza tem outras mais legais.

Resumindo

Das 4 que visitei a Waterford ganhou disparada!

Eu amei conhecer a região e voltaria com certeza. Não vi nem metade do que teria, porque não tive tempo e nem pique. Depois de tantas degustações eu voltei pro hotel, fiz massagem (maravilhosa por sinal, indico) e meio que capotei hahahah meus dias de vida jovem já foram.

Além dessas tem MUITAS outras. Queria ter ido na Babylonstoren e algumas outras que pesquisamos pelo Google.

A dica: pesquise bastante e leia as reviews. Tenha em mente o que você procura: lugar bonito, vinhos maravilhosos, atendimento atencioso, experiências diferentes, e veja o que as pessoas que já foram dizem.

Tem alguma outra dica? Comenta aqui!!!

Sempre que posto sobre minha viagem e meus preparos recebo muitas dúvidas, por isso eu desenvolvi um e-book gratuito: SOS Viagem com dicas e receitas para ajudar sua organização da viagem. Preencha o formulário abaixo que envio no seu e-mail!!


Veja os outros posts sobre a África do Sul:

Beijinhos!

Sobre o Autor

Flavia Machioni

Flavia Machioni

Eu sou a Flavia, autora do Lactose Não. Sou especialista em cozinha natural, Health Coach formada pelo IIN/NY e Relações Públicas de formação. Faz 7 anos que venho mudando meu estilo de vida para ter mais saúde e bem estar e divido grande parte desse caminho aqui e em minhas redes sociais.

1 comment on “Stellenbosch – onde ficar e vinícolas

  • 26 de setembro de 2018 at 19:11
    Viviane

    Complementando suas dicas, fiz as mesmas que você com duas a mais que adorei. A que eu mais gostei foi a Nederburg, tour com degustação de atendimento muito atencioso. A degustação foi da mais simples mas tinham rótulos de todos os valores e não somente os mais baratos da casa como acontece nas maiores. Das que visitamos, foram os melhores vinhos.
    Vale muito a pena fazer o picnic na Warwick, melhor almocinho delícia.
    Também voltamos apaixonados pelo país.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Politica de Cancelamento para Cursos Online - Empresa Lactose Nao - F.M.M. MEI (CNPJ: 19.521.725/0001-53)

l