A Lactose e Eu – Aline Echeverria

Oiii pessoal!

Faz tempo que não publicava história nova aqui no A Lactose e Eu né? Hoje vamos ler o que a Aline Echeverria tem a dizer sobre a intolerância à lactose.

Quem quiser particpar já sabe né? Manda email para mim no [email protected]

Oi Flávia!

Meu nome é Aline Echeverria e eu descobri a intolerância à lactose há 3 anos. Tudo começou com H.Pylori. Descobri a bactéria no estômago, e mesmo depois dos antibióticos eu ainda sofria passando mal. Com a certeza de que o estômago estava zerado, meu gastro me indicou a passar com uma procto que me pediu vários exames…. Quase tudo normal, mas com IL.

Nesta época, era somente uma queda o nível de produção de enzimas. Então ela sugeriu que fizéssemos uma dieta de restrição 100% por um tempo e depois voltar aos poucos. Depois desta fase, parei totalmente com o leite, os iogurtes e os queijos, porque me faziam muito mal.

Em julho de 2014 se iniciou um novo ciclo de “passar mal”. Minha família dizia que era emocional / stress e meu marido nem sabia o que dizer, porque via o quanto eu sofria todos os dias. Mas eu tinha certeza que tinha alguma coisa de errado.

Voltei com a procto e ela repetiu todos os exames. Resultado: aumento da intolerância à lactose. Palavras dela: “uma quantidade muito pequena de lactose te estraga muito”.

Atualmente estou numa dieta 100% restrita. Uma simples porção de legumes grelhada na manteiga ou um purê feito com leite já é suficiente pra me “estragar” por vários dias.

Não é fácil. Mudar não é fácil, passar a cozinhar mais não é fácil, se livrar das “facilidades” dos industrializados não é fácil… mas estou me sentindo imensamente melhor.

Cada receita diferente que eu tento fazer e dá certo é uma vitória! Cada ingrediente novo que eu experimento é um triunfo!

Comprei a enzima de lactase em pó, e até que funciona bem na hora do aperto. Mas de verdade, o melhor é adaptar a dieta e não correr riscos. Isso também evita de desenvolver algo mais grave no futuro. Como diria um tio que é médico: “a enzima da lactase pra você é como a insulina para o diabético”, então evito ao máximo.

Graças a Deus, Blogs como o seu nos ajudam muito, porque nos fazem enxergar as coisas de uma maneira diferente e nos dão “aquela mãozinha” na hora de ir pro fogão.

Continue nos ajudando 🙂

Obrigada por tudo

Aline Echeverria.

Gostaram do depoimento da Aline?
Acompanhe o Lactose Não nas redes sociais também, e fique por dentro de tudo 😉 Youtube, Facebook, Instagram e no Snapchat procure por lactosenao.

Sobre o Autor

Flavia Machioni

Flavia Machioni

Eu sou a Flavia, autora do Lactose Não. Sou especialista em cozinha natural, Health Coach formada pelo IIN/NY e Relações Públicas de formação. Faz 7 anos que venho mudando meu estilo de vida para ter mais saúde e bem estar e divido grande parte desse caminho aqui e em minhas redes sociais.

3 comentários em “A Lactose e Eu – Aline Echeverria

  • 18 de março de 2015 at 13:30
    Mariana

    Me identifiquei muito com sua história, Aline! Vivenciei algo parecido. A princípio uma intolerância leve, com episódios de diarréias repentinas, sem que eu associasse a causa ao consumo de leite. Em pouco tempo foi se agravando, até ao ponto de não poder consumir nenhum derivado. Sendo essa condição permanente há 3 anos, vivo bem assim! Aprendi a cozinhar, a cuidar da alimentação, e descobrindo pessoas que enfrentam a mesma situação. Desejo muita saúde a você, e a todos que convivem com restrições alimentares. Beijos!

    Reply
    • 5 de janeiro de 2017 at 12:13
      Alexandra

      Oi Aline, estou buscando uma explicação pra tanto mal estar, fiz um exame pra saber se tenho resistência a lactose, porque também tiver resultado da h pilore no estômago, tomei os antibióticos e não melhorou, ainda aguardo o resultado. Mas acredito que meu caso é como seu. Só de tomar a lactose pro exame, passei muito mal.
      Agora aguardo o resultado sr positivo, vou precisar muito de ajuda pra alimentar, era muito dependente do leite.

  • 14 de março de 2015 at 15:13
    Carina

    “a enzima da lactase pra você é como a insulina para o diabético”.
    Nada a ver esta frase. O diabético usa insulina pq é obrigado, não tem opção.O organismo dele não produz insulina e ele precisa disso,totalmente diferente do uso da enzima lactase. Cuidado com passar essas informações falsas.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *