Safári no Quênia

Oii, gente! Hoje vim falar sobre como foi meu safári no Quênia!

Mostrei nas redes sociais a minha viagem e vocês curtiram tanto e mandaram tantas dúvidas que resolvi fazer esse post contando tudo dessa experiência incrível que foi fazer safári no Quênia!

Nesse post eu vou falar:

  • Como chegar até o Quênia
  • Meu roteiro
  • Safáris
  • Hotéis
  • Alimentação no Quênia
  • Cuidados antes de ir
  • Cuidados lá

Como chegar até o Quênia

Saindo de São Paulo, nós pegamos um vôo da South African até Joanesburgo, na África do Sul. São quase 9h de vôo. Lá, pegamos outro vôo de 4 horas até Nairóbi, capital do Quênia.

É possível ir por Dubai também, mas o trajeto é mais longo

* O Qûenia é um país que exige visto para entrada no país. Custa US$51,00 e dá para tirar antes de chegar (pelo site) ou na hora. Eu tirei antes, bem simples de fazer.

Meu roteiro

Eu fui em uma expedição organizada pela Welcome Trips e a Mana Gollo (minha roomie, amiga/irmã que mora comigo!). Estávamos em 9 meninas (essas lindas da foto de capa) e nos conhecemos na viagem mesmo. Foi super divertido!

Foram 7 dias de safári com o seguinte roteiro:

Dia 1: Chegada em Nairóbi

Dia 2: Nairóbi a Masai Mara – 6h de carro.

Chegamos e fizemos um pequeno safári no fim da tarde. Pegamos esse maravilhoso pôr do sol com girafas:

Foto: Heloisa Vian

Dia 3: Masai Mara

Fizemos safári no parque o dia todo. Foi uma super experiência, contarei mais abaixo.

Dia 4: Visita a Vila Masai Mara e viagem a Lake Nakuru (aproximadamente 4h de carro).

Foto: Mana Gollo

Dia 5: Lake Nakuru e Lake Navaisha.

Dia 6: Viagem a Amboseli (aproximadamente 6h de carro) e safári no fim do dia.

Dia 7: Safári em Amboseli.

Dia 8: Volta para Nairóbi e vôo para Joanesburgo.

Dia 9: Retorno ao Brasil.

Na minha opinião o roteiro ficou ótimo. A Welcome Trips organizou tudo com excelência. Os hotéis eram bons (falo mais abaixo), nossos guias eram super atenciosos e muito queridos.

É um roteiro intenso, bastante tempo nós passamos no carro, seja para ir de uma cidade a outra, seja nos Safáris, mas vale cada segundo!!!

Safáris no Quênia

Eu já tinha ido a África e contei aqui como foi minha experiência com Safári. Entretanto, não tinha gostado muito da minha escolha e queria ter uma experiência realmente “africana”.

Para isso, o Quênia é um dos melhores países. Existem diversas opções de parques para safári no Quênia e nós conseguimos fazer de tudo um pouco. Veja abaixo quais visitei:

Masai Mara

Nossa primeira parada para Safári é um dos parques mais conhecidos do Quênia. É uma reserva natural bem grande e tem todos os big 5 (búfalo, elefante, leopardo, rinoceronte e leão).

Foto: Mana Gollo

Conseguimos ver quase todos, só o rinoceronte que não.

Em um dos dias fizemos safári por 12 horas. Eu, sinceramente, achei tempo demais. Fica cansativo. Mas, conseguimos aproveitar até o último.. muitas fotos, muitos animais. Inesquecível!

Curiosidades do passeio: não tem lanchonete nem banheiros no parque. Normalmente os viajantes levam almoço em caixinhas e fazem picnic. Banheiro é no clima selvagem: atrás da moita mesmo kkkkkk

Lago Nakuru

Nesse parque o que você mais vai ver são rinocerontes e flamingos! Bem diferente do Masai Mara, fica bem próximo a cidade e é um parque menor.

Para ver os flamingos descemos do carro e fomos escoltadas até perto do lago. A escolta é para proteger os animais, não a gente.. caso você esteja se perguntando.

Nesse parque tem uma área específica para picnic onde fizemos nosso almoço. Falarei mais sobre a alimentação abaixo.

Lago Naivasha

Um dos safáris mais diferentes! Esse é feito dentro de um lago cheeeio de hipopótamos.

Não sei se você sabe, mas o animal que mais mata humanos na África é o hipopótamo!!!

O passeio é incrível, muito lindo e diferente, e foi o único que fiquei com medo hahahaha a gente chega bem perto deles e tem muitossss. Mas, é seguro!

Foi incrível ver tantos hipopótamos de perto!

Amboseli

Nossa última parada foi nesse parque lindo cheeeeeio de elefantes.

Lá, vi uma das cenas mais lindas da minha vida: um elefante enorme passando bem na frente do nosso carro com o sol se pondo ao fundo. Gente, que incrível! Foi emocionante.

Veja abaixo o vídeo que fiz e publiquei no meu Instagram:

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Flavia Machioni (@flaviamachioni) on

Além dos elefantes, lá tem leão, girafa, zebras e os outros animais. Lindo, lindo!!!!

Hotéis

Como disse, eu viajei pela agência Welcome Trips, e eles que cuidaram de tudo.

A escolha dos hotéis eu achei muito boa. No primeiro dia em Nairóbi ficamos no Ibis, e os quartos eram bons – melhores que outros Ibis que já fiquei na vida. O café da manhã também era ótimo.

No Masai Mara nos hospedamos em um Lodge bem legal, Explore Nature Lodge o nome. Dormimos em uma cabana no meio do nada e tínhamos escolta dos Masai (tribo local) para nos proteger caso algum animal surgisse – demais, né?! hahahah

Nosso quarto no hotel em Masai Mara

No caminho para o Lago Nakuru nos hospedamos em outro hotel bom também, quarto espaçoso e refeições boas. A cidade não era bonita, mas isso é meio comum no Quênia.. é um país bem pobre. O hotel foi esse aqui.

Já perto do Lago Naivasha nos hospedamos em um hotel ótimo. Com piscina, restaurante bem gostoso e uma vista linda! Panorama Park o nome. Foi a comida que mais gostei.

Em Amboseli passamos duas noites no AA Lodge. O hotel é bem gracinha, os quartos também são tendas/cabanas e é super silencioso. Adorei! Foi o hotel mais cheio que estivemos, mas não atrapalhou.

A comida não foi a melhor, mas tudo bem! Falando nisso, hora de falar sobre a alimentação!

Alimentação no Quênia

Todos os hotéis que ficamos tinham as refeições incluídas (café da manhã, almoço e jantar).

De maneira geral eles comem bem! Em todos os hotéis tinha opção de verduras (prefira comer as cozidas), frutas, arroz, batata, etc. A comida é bem temperada, eu gostei!

O almoço nós fazíamos durante os passeios. Os hotéis preparam e deixam com o motorista da van do Safári em caixinhas brancas. O menu foi sempre o mesmo: uma perna de frango, ovo cozido, sanduíche ou pão, bolo, maçã, banana, uma garrafa de água e uma de suco industrializado (terrível a composição, nem cogitei provar hahaha).

Picnic em Masai Mara – foto: Mana Gollo

Como ficávamos muitas horas no carro, sempre tínhamos lanches e snacks. Paramos no supermercado duas vezes para nos abastecer. Eu comprava frutas (a mixirica de lá é maravilhosa), bolacha de arroz e uma ervilha frita que adorei.

Caso você tenha restrições alimentares, deve avisar o hotel. Mas não vá esperando que vão ter muitas opções.

Portanto, minha dica nesse caso é levar coisas prontas do Brasil (pães, biscoitos, oleaginosas, snacks) para não passar aperto.

No mercado tinha leite vegetal e pão sem glúten, o que é bom para quem esquecer de levar do Brasil se garantir nos passeios e hotéis.

Como é um país pobre, as condições de higiene não são as melhores. Evite comer alimentos crus, lave bem as mãos, leve álcool gel e escove os dentes com água mineral.

Cuidados antes de ir

Você deve tomar a vacina de febre amarela antes de ir. Não esqueça sua carteirinha e não perca!! Dá maior problemão.

Para aumentar a imunidade e não correr risco de ficar doente, com dor de barriga ou qualquer coisa assim, eu indico dar uma boa fortalecida na sua saúde intestinal. Farei um post com dicas do que faço para me proteger e coloco no ar daqui a pouco!

Lembre de verificar a data de validade do seu passaporte.

Leve dólares para trocar lá (se levar nota de US$100 leve apenas as novas, as outras eles não aceitam).

Cuidados lá

Pôr do sol com as girafas em Masai Mara

Tenha sempre com você lencinhos, papel higiênico, lenço umedecido, álcool gel.

Não esqueça de levar lanches e snacks. Lembre que vai ficar sentado por muitas horas, então de preferência a comidas leves.

Beba bastante água. O clima é seco e tem bastante poeira!

Não esqueça o repelente!!!!

Não leve sapatos clarinhos ou que você goste muito, eles vão ficar imundos kkkkk

Por fim.. se prepare para paisagens maravilhosas, um choque de cultura intenso e mágico, ficar cheio de poeira e espantar algumas moscas.

É uma viagem MARAVILHOSA e inesquecível!!!! Se você se interessou, clique aqui e fale com o pessoal da Welcome Trips! Eles são fantásticos, indico com tranquilidade 🙂

Gostou? Me conta aqui embaixo!

Um beijo

 

Sobre o Autor

Flavia Machioni

Flavia Machioni

Eu sou a Flavia, autora do Lactose Não. Sou especialista em cozinha natural, Health Coach formada pelo IIN/NY e Relações Públicas de formação. Faz 7 anos que venho mudando meu estilo de vida para ter mais saúde e bem estar e divido grande parte desse caminho aqui e em minhas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *