Manteiga de nuts


Oiii lindonas!

Quem me acompanha aqui e no Instagram sabe que sou maluquinha por manteiga de nuts, né?

Antes de continuar clique e baixe gratuitamente meu ebook com 10 receitas práticas para o cardápio perfeito!

Consumo praticamente todo dia, principalmente no café da manhã que é acompanhamento da minha amada panquequinha Lactose Não 😉

A photo posted by Flavia Machioni (@lactosenao) on

Mas, você já sabe que nenhum alimento quando consumido em excesso faz bem. Portanto hoje vamos falar sobre como fazer manteiga de nuts com outras oleaginosas.

Estamos muito acostumados já a pasta de amendoim, mas a variedade na alimentação é chave para uma boa saúde.

Fazer seu próprio alimento é mágico e terapêutico, e esta receita é perfeita para iniciar a pegar gosto pela cozinha: é rápida, é prática, é versátil e é deliciosa.

Algumas das oleaginosas que adoro: nozes, amêndoas, macadâmias, castanha de caju. Um mix com todas elas também fica demais!!!!

Cada uma delas tem nutrientes, minerais e composições específicas por isso mais um motivo para variar: assim você garante uma maior diversidade.

Se você ainda não provou e não sabe aonde/como usar, algumas ideias: essa tortinha deliciosa, esse docinho proteico, essas trufinhas cruas ou simplesmente passar no pãozinho com um pouco de geléia ou mel 😉

Quer algo ainda mais prático? Pique umas frutas e coloque uma colherada dela.

Vai te dar mais saciedade e fazer a fome aparecer mais tarde!

Vamos ver como fazer?

Esta receita é (clique no ícone para acessar mais receitas da categoria):

Ingredientes:

  • Oleaginosas cruas e sem sal: castanha de caju, do Pará, macadâmias, nozes, etc
  • Opcionais: gotinhas de extrato de baunilha , canela, cacau, sal, ervas, alho em flocos, cebola em flocos, stevia, melado, etc.

Instruções:

  1. Bata as oleaginosas no processador ou em liqüidificador potente até ficar bem cremosa.
  2. Tenha paciência e vá raspando as laterais de tempos em tempos. Quanto mais você bater, mais cremosa fica.
  3. No processador pode levar pelo menos uns 15-20 para chegar em uma consistência bem fina.

9 comentários em “Manteiga de nuts

  • 20 de junho de 2020 at 1:49
    Minah Guido

    Estou querendo fazer uma manteiga com nozes, castanhas do pará e, castanha de caju crua. Passar pelo omega juicer. Sem tostar. Deixar de molho na agua pois, sou adepto da culinaria crua. Ver como ira ficar.

    Reply
  • 6 de fevereiro de 2017 at 19:56
    josenilia

    oi Flávia amei, vou testar!!!

    Reply
  • 11 de janeiro de 2017 at 23:50
    Catia

    Flavia, nunca pensei em fazer uma misturinha de nuts! Deve ficar muito boa! Então, eu já fiz com amendoim e castanha de caju, ambas ficaram deliciosas. Mas me orientaram aquecê-las no forno para soltar um pouco do óleo delas (não deixar dourar). Será que isso realmente é necessário? Beijo e parabéns pelo site! ❤

    Reply
    • 17 de janeiro de 2017 at 12:16

      Oii Catia!
      Fica mais fácil mesmo 🙂
      Beijinhos e obrigada pelo carinho.

  • 10 de janeiro de 2017 at 21:19
    Eliane

    Olá Flávia!!! Não é preciso deixá-las de molho? Li que elas têm anti-nutrientes.

    Reply
    • 17 de janeiro de 2017 at 12:17

      Oi Eliane!
      Não vale a pena deixar as oleaginosas de molho se não for uma preparação úmida.
      Os antinutrientes, fitatos, também são eliminados com o calor – que seria mais aconselhável neste caso.
      bjs

    • 13 de dezembro de 2017 at 13:59
      Debora Innig

      Flavia, os fitatos são eliminados com o calor a aprox que temperatura? Aquecer as nuts no forno
      sem tostar seria suficiente? Por quanto tempo?

  • 21 de novembro de 2016 at 18:20
    Lorena

    Oi Flávia, fiz a manteiga com macadamia, castanha de caju, castanha do pará, nozes e um pouco de melado e ficou ótima! Coloquei em um pote de vidro esterilizado mas fiquei em dúvida se deve ficar na geladeira ou pode manter em temperatura ambiente e quanto tempo dura?

    Reply
    • 22 de novembro de 2016 at 11:17

      Oii Lorena! Uau, deve ter ficado mara! Manda um pouquinho pra mim ihihihih
      Eu normalmente deixo fora da geladeira, dentro de um armário fresquinho e sem umidade.
      Ela dura bastante, se armazenada em condições legais, mas se perceber que o gosto está ficando “rançoso”, melhor descartar.
      Beijinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *