Como descobri minha Intolerância à Lactose

lactose-eu-colaboradores

Hoje vou falar sobre como descobri minha intolerância à lactose.

Até uns 3 anos atrás a minha alimentação era baseada praticamente na lactose. Eu me alimentava bem mal e adorava comer besteira, todo dia era dia de pizza, doce de leite, bolo, brigadeiro, queijo, massa com molho branco, e por aí vai. Eu lembro de sempre ter passado mal, eu sempre estava enjoada, com dor no abdômen, cólica, e todos os outros sintomas. Eu já tinha ido em gastro, homeopata, e ninguém nunca tinha me falado sobre a intolerância.

Isso piorou muito quando fui morar na Austrália. Lá a minha alimentação se baseava em milk shake, Mc Donald’s, pizza e sorvete. Tinha dias que eu passava mais mal que os outros, mas como já era “normal” eu nem ligava. Até que eu subi na balança e tinha engordado 8kg!!! Minha alimentação era tão ruim que meu organismo deu uma pifada, fui fazer umas viagens e quando cheguei em Bali fiquei de cama. Não consegui comer por alguns dias e nem sair do hotel.

Quando melhorei não conseguia mais comer do jeito que eu tava comendo (ainda bem né!!), mas aí voltei para a Austrália e como eu trabalhava em um restaurante italiano eu comia pizza sempre. Eu não sei se tem algum embasamento cientifico mas eu tenho quase certeza que minha intolerância piorou enquanto morei lá. hahaha

Bom, voltei pro Brasil e continuei comendo derivados do leite, e passando mal. Até que um dia uma amiga minha disse que eu devia ter intolerância à lactose, a mãe e a irmã dela têm e ela achou meus sintomas muito parecidos. Lembro que na época ela disse “Elas têm que tomar remédio se quiserem comer pizza” e eu disse “Meu Deusss, isso não é vida!!!”.

Mas eu não queria dar o braço a torcer, então continuei comendo o que eu gostava, apesar de não tomar mais leite. Não tinha jeito, eu comia e passava mal. Até que em uma páscoa eu vi que o negócio não tinha mais jeito. Comi dois ovos de páscoa, cozinhei peixe com molho branco, fui em rodízio de pizza, e quando voltei de viagem fiquei uma semana passando mal direto.

Aí dei o braço a torcer e fui fazer o exame. Claro, deu positivo.

Confesso que no início eu descuidava, e dava umas fugidinhas! Mas passava tão mal que eu comecei a ter medo de comer derivados do leite. Virei a fanática das embalagens. Lia TUDO para ver se tinha leite. Comecei a cozinhar e fazer experimentos, ver o que dava para substituir para continuar comendo o que eu gostava.

Já teve dias que tudo o que eu queria era comer um doce sem passar mal, ou uma pizza, ou uma massa gratinada. Mas nada que não passasse, e hoje em dia convivo muito mais pacificamente com minha IL.

Eu sei, o post ficou grande. Mas to curiosa, como vocês descobriram a IL de vocês? E como estão convivendo com ela??

*Atualização*: para você que quer saber um pouco mais, indico a leitura destes posts:

Como tratar a Intolerância à Lactose

Flavia Machioni

Oiii, eu sou a Flavia e criei o Lactose Não para dividir o que estou aprendendo depois de descobrir minha intolerância à lactose, alergia a proteína do leite e ao glúten. Eu sempre adorei cozinhar e comer, e hoje em dia procuro receitas que além de não terem leite e glúten ainda sejam gostosas e mais saudáveis!!

Comentários via Facebook:


115 Comentários

  1. 22 de agosto de 2012

    Oi tem umas duas semanas que descobri minha IL, mas foi muito parecido com a sua. Sempre me alimentei mal, sempre tive muitas dores de estomago, e o pior problema é que sempre tive muitas aftas, era a coisa mais rara do mundo passar uma semana sem nenhuma afta na boca. Tenho 25 anos, e foram 25 anos muito doloridos. Sentia cólicas, mas nada insuportável. Como meus pais se separaram quando eu era muito nova, atribuíam todos os sintomas ao estado emocional, ou a alimentos ácidos. O meu intestino ou era preso ou solto. Nos últimos anos as coisas foram piorando, sempre com a imunidade muito baixa, infecções de garganta e urina eram uma atrás da outra… até que resolvi me alimentar melhor, procurei uma nutricionista, e comecei a seguir a dieta a risca, e foi nesse momento que eu percebi que sempre que bebia leite ou derivado eu passava mal. Cortei o leite por conta própria e fiquei 3 ou 4 meses sem aftas. Então procurei um gastro para ter certeza, fiz toneladas de exames, e eis que descobri minha IL…. longa neh? agora estou maníaca por rótulos, e procurando na internet o que posso comer e onde encontrar receitas e produtos sem IL…

    Responder
    • 23 de agosto de 2012

      Érica, duas semanas? Uau, tá no comecinho!!!
      Legal você ter vindo até o blog, assim vamos descobrindo coisas novas juntas :)
      Espero que você consiga achar bastante dicas úteis aqui no Lactose Não, e por favor, quando descobrir alguma novidade venha nos contar.
      Um beijo!

      Responder
    • felip
      22 de novembro de 2014

      O meu problema tbm é o mesmo. Q alimentos devo comer? Estou em uma dieta. De manhã tomo vitamina de goiaba com leite sem lactose e complemento com uma banana na vitamina e acrescento um pão chamado: “pão de jesus”. Esse mesmo não tem fermento e nem leite. Tenho gastrite que peguei por conta da intolerância a lactose. No almoço como arroz branco, peixe merluza e legumes: abobrinha,batata doce,cenoura e beterraba e as vezes um pouco de tomate,e em seguida na sobremesa uma salada de frutas: banana,melão,maçã e pêra. A tarde como o pão que eu citei com margarina becel azul com suco de goiaba feito da polpa. A janta é a mesma coisa. Tudo na água e no sal Será q estou fazendo a dieta certa? Tem dias q estou nervoso e urino muito, já tem dias q eu urino pouco. A inflamacao na garganta tbm sempre sinto. Queria saber como faço e quanto tempo demora pra ficar de boa? O que vc fez pra ficar bem? Estou com quase 3 meses de tratamento depois q descobri a gastrite. Perdi 11 kg. Faz 3 semanas q descobri a IL.

      Responder
      • felip
        22 de novembro de 2014

        Queria ficar de boa e voltar a ganhar peso. Continuo na academia praticando exercícios físicos como sempre fiz.

        Responder
  2. Cris
    22 de agosto de 2012

    Descobri minha IL ha 5 meses.
    Ao contrario dos outros relatos, eu sempre me alimentei muito bem.
    Muitas frutas e verduras, peixes e grelhado, arroz integral. Mas nunca me privei de leite e derivados. Porisso estranhei quando no ano passado eu comecei a ter sintomas de dificuldade de digestao. Depois de umas 6 hrs que eu havia comido, eu ainda tinha a sensacao de nao ter digerido o alimento. E ainda por cima tinha distensao abdominal e as vezes , enjoo. Penseinque fosse gastrite, refluxo, tomava remedio, fiz endoscopia, mas nada melhorava. Eu tinha ate medo de comer. Eu chegava em casa a noite enjoada, e nao queria jantar, entao tomava só um “leitinho”! Demorou pra cair a ficha, ate que fiz o exame e deu intolerancia 100%.
    No começo é um susto. Voce só pensa no que nao vai mais poder comer. Mas depois se sente tão melhor, que percebe que vale a pena. Passei por varios marcas de leite de soja, ate achar uma que eu tolerasse, e confesso que agora estou até gostando. Porque a minha IL é tao severa que nem os de baixa lactose eu posso abusar. Aos poucos fui descobrindo lojinhas, aprendendo novas receitas e descobri que ser intolerante a lactose tambem é ser criativo!!!

    Responder
    • 23 de agosto de 2012

      Oi Cris. Que legal você dividir sua história aqui no blog, fico muito feliz.
      Com certeza a IL abre novos caminhos para gente né? Eu pelo menos fiquei muito mais curiosa, hoje em dia procuro saber o máximo possível sobre os alimentos e como agem no nosso organismo.
      Vamos dividir dicas aqui. Se você tiver Facebook acesse nossa Fanpage, dicas e sugestões são sempre muito bem vindas!!!
      Grande beijo.

      Responder
    • João Vítor Moreno
      21 de outubro de 2012

      Gostei de ler o seu relato. Ele tem uma característica especial que é o fato de você ser uma pessoa que se alimentava bem e que o motivo primordial dos problemas digestivos era a IL. Falo isso porque muita gente, inclusive alguns médicos/nutricionistas, ainda não acredita “nesse negócio de Intolerância à Lactose”, que “o leite é um alimento universal” e que basta se alimentar bem para ter uma boa digestão.
      Infelizmente as coisas não são tão simples. Para nós com IL, além de ter uma boa alimentação, não tem para onde correr: tem de tomar cuidado com a lactose, que é coisa séria.

      Responder
      • 22 de outubro de 2012

        Olá João.
        Isso é verdade, não só os médicos, mas muitas pessoas acham que a IL é “psicologica” ou que é tudo frescura. Antes fosse né? rs
        Obrigada pelo comentário.

        Responder
        • 27 de fevereiro de 2014

          convivo muito com isso, tipo ‘come que não faz mal é só frescura, e tantos outros comentários bobos.

          Responder
  3. Vivian
    23 de agosto de 2012

    Olá meninas! Sou IL há 7 anos! Acho que sou veterana por aqui. Descobri porque fui internada duas vezes na mesma semana com sintomas de intoxicação alimentar. Na verdade era IL, mas o médico nem desconfiava. Depois me encaminhou pro gastro, que pediu o exame e descobriu tudo. Na época foi muito difícil, porque eu morava sozinha e os alimentos com soja ou sem lactose eram raríssimos. Eu comprava leite em pó da Supra Soy que era SUPER caro. Só agora, com a lactase e os novos produtos é que a vida voltou “ao normal”. Carrego sempre a lactase na bolsa, mas procuro maneirar, porque sempre acabo tendo algum desconforto.
    Que ótimo esse espaço, Flávia, onde podemos compartilhar as nossas descobertas! Fiquei fã!
    Um beijo,
    Vivian

    Responder
    • 24 de agosto de 2012

      Oi Vivian!!! 7 anos?? Uau, você já tá super familiarizada então. Realmente, imagino como devia ser difícil lidar com a IL 7 anos atrás. Hoje em dia cada vez mais temos produtos para nós, fora que as pessoas também já estão se familiarizando com a intolerância né?
      Que bom que nos achou, com certeza vamos trocar muitas figurinhas!!! heheh
      Grande beijo!

      Responder
  4. João Vítor Moreno
    21 de outubro de 2012

    Descobri minha IL em 2007, há 5 anos, portanto.
    Me alimentava muito mal, na verdade, meu maior problema era comer muito pouco (apenas duas vezes ao dia). Comecei a ter vários sintomas relacionados à má digestão, o que me fazia comer ainda menos e ficar bem macro. Até que fui ao médico, fiz o infeliz do exame sanguíneo para IL e descobri o problema. Durante alguns anos, eu relutei em me adaptar às restrições de alguns alimentos que tanto gosto, como pizza e chocolates. Mas gradualmente fui aprendendo a evitar o que tenho que evitar sem chororô, a adaptar receitas e buscar novos alimentos.
    Há quatro meses atrás fiz o teste genético de intolerância à lactose, algo que talvez poucos ainda conheçam. O resultado foi confirmatório: ausência de gene de tolerância à lactose, ou seja, probabilidade maior de ter IL. Fiz o exame porque tinha a esperança de descobrir se minha IL era secundária e não primária, o que poderia significar esperança de “cura”. Infelizmente não foi o meu caso, minha IL é um característica permanente e ponto. Minha e de milhões de pessoas.
    Enfim, hoje estou de boa com a IL, só torço para que apareçam mais alimentos e mais informações ao consumidor.

    Responder
    • 22 de outubro de 2012

      João, não sabia desse teste genético. Vou dar uma pesquisada, achei bem interessante!
      Obrigada por dividir sua experiência aqui com a gente.

      Responder
  5. Thania
    20 de novembro de 2012

    Descobri minha IL há 1 mês e como a Cris sempre tive uma boa alimentação. Nunca gostei muito do leite sempre achei que ele azedava no meu estomago, mas em compensação era viciada em iogurte natural e queijo branco. Antigamente meu intestino soltava por qualquer coisa que eu comia e de repente passou a ser o contrário, travou de vez e nada adiantava… fora isso sempre tive muita dor de estomago e todos os sintomas de má digestão… Segundo o meu médico minha intolerância é total, estou me adaptando a esta nova dieta e algumas coisas ainda passam dispercebido. Mas já estou ficando neurótica com os rótulos e com medo de comer… No próximo mês estou indo fazer uma viagem para o Chile e não consigo pensar em outra coisa além de como vou me alimentar….
    Beijos

    Responder
  6. Natália C. F. Mendes
    21 de janeiro de 2013

    Flávia, adorei o blog! Descobri minha intolerância em 2007, depois de ficar internada por 7 dias e diagnosticada com colite aqui na minha cidade (Boa Vista-RR). Só que fui ao médico em SP e descobri que não tinha colite e sim intolerância a lactose e síndrome do intestino irritável. Logo eu que era um bezerra.. Rsrs. Tentei controlar a alimentação, mas confesso que não é fácil, sobretudo aqui em Boa Vista que não tem opções de alimentos sem lactose, coisa rara e esporádica. Até que descobri a lactase no walmart nos EUA, mas mesmo assim, minha vida nunca mais foi a mesma! Muito bom descobrir vc por aqui. Estou adorando cada matéria!

    Responder
  7. Eva Toledo
    10 de maio de 2013

    Oie pessoal, descobri uma IL a 3 dias rsrs, sempre passei muito mal com o estomago e ele era preso e associei a comer carne e cortei totalmente a carne da minha alimentação isso faz um ano e meio e de uns 6 meses pra cá eu começei a ter o intestino solto fiquei, mas nunca procurei ajuda medica, ate que isso começou afetar demais minha vida e procurei um medico e fiz exames onde deram IL eu to bem desanimada, e pelos relatos que estou vendo aqui eu ja devo ter IL a bastante tempo quando ja começei a ter dores no estomago mais nunca pensei que fosse isso, estou bem triste, pq nesse começo de ano começeia fazer musculação e uma alimentação equilibrada onde ganhei 11 kg (era a minha meta) sempre quiz engordar pois me achava muito magra e feia e agora que estou de bem comigo, me sentindo melhor, descubro essa intolerancia, não sei mais o que eu como, passo fome praticamente o dia todo, estou bem desanimada, mais hoje tenho consulta com a nutricionista e estou um pouco mais esperançosa, não quero perder os kilos que ganhei rs … É muito bom saber que este blog existe, poder compartilhar os mesmo problemas. Parabéns pela iniciativa.

    Responder
    • 10 de maio de 2013

      Oii Eva!!! Uau recente mesmo sua descoberta.
      Mas deixa eu te contar, tenho bastante dificuldade em ganhar massa muscular tb, mas aprendi vários truques com a Intolerância à Lactose, alguns até já estão aqui no blog!
      Muito legal que você marcou nutricionista, ela com certeza vai te ajudar a ir se adaptando.
      Qualquer dúvida que tiver não hesite em mandar aqui, ou no e-mail, ou lá no Facebook. Espero que possa te ajudar :)
      Um beijo

      Responder
      • Eva Toledo
        17 de maio de 2013

        Eu vi mesmo seu post do antes e depois, o que a IL te trouxe de bom , fiquei super animada agora rs
        Acompanho seu blog todos os dias e adoro as dicas Parabéns :)
        Beijos

        Responder
  8. Monique
    11 de maio de 2013

    Olá!!

    Eu há mais ou menos três anos comecei a ter sintomas de diarréia crônica, precisando ir diversas vezes no hospital para tomar soro. Depois de muitos médicos, finalmente, achei um gastro que identificou que eu tinha SII (Sindrome do Intestino Irritável). Com isso, passei a realizar um tratamento baseado em fibras para melhorar o quadro. Ficava boa por alguns meses e depois aparecia novamente os mesmos sintomas, até que há duas semanas esse mesmo médico resolveu me pedir o exame de IL, e, para minha surpresa acusou intolerante.

    Eu também sempre comi muitas besteiras, pizzas, doces, chocolates, etc, logo, quando li o resultado chorei de soluçar. Como ainda não sei todos os alimentos que possuem ou não lactose, estou tentando evitar muitos alimentos, mas continuo com sintomas ruins, apesar de estar controlando com alguns remédios para melhorar o quadro. Estou marcada nutricionista para a próxima quinta-feira, e, espero realmente que a vida melhore bastante quando adequar minha alimentação.

    Obrigada de verdade pelas suas dicas, pois, depois que eu vi que é possível comer um bolinho de chocolate me deixou bem mais feliz. = ) Beijos!!

    Responder
    • 13 de maio de 2013

      Oii Monique!!!

      Com certeza você vai ficar muito feliz e bem quando começar a sentir os efeitos positivos de tirar a lactose da vida! hehehe
      E sabe que já ouvi muitos casos como o seu? Que primeiro se diagnostica a SII e depois se descobre a IL. Alguns até curam a SII depois de controlar a ingestão da lactose.
      Qualquer dúvida que tiver mande aqui que vou tentar te ajudar :)
      Um beijo

      Responder
      • Monique Dominice
        4 de junho de 2013

        Você estava certíssima!!! Minha vida melhorou 100% e cada vez mais eu descubro alimentos deliciosos sem lactose. Por incrível que pareça o mundo não é feito de leite e queijo heheheh. Até o nosso corpo fica mais bonito!!! Obrigada novamente pelas dicas!!!

        Responder
  9. Mayra Bueno
    21 de junho de 2013

    Oi, boa noite… eu Tenho intolerância à lactose também… na verdade nao sei se é intolerância ou alergia de fato.. mas descobri a minha era ainda muito bebe, deveria ter apenas 5 meses de idade… sempre que mamava na minha mãe, eu vomitava horrores( dizia ela ) e uma vez deitava nessas caminhas de chão, meu irmão deixou cair sobre minha barriga um resto de danone , e de imediado me deu uma baita queimadura de 2º grau… minha mãe me levou pro médico e lá foi descoberto minha alergia ou intolerância , que seja, desde então eu tive minha vida toda restrita, e sempre que escostava em algo que possui leite, me queimava o corpo… hoje crescida com 20 anos descobri que posso ser feliz, e ter uma vida normal sem leite, claro que é muito ruim ver diversas tortas e doces, sorvetes e queijos, e nao poder comer , o bom é que nao sei o gosto porque nunca provei. Hoje meu sintoma ainda é grave pois qualquer coisa que eu coma, se tiver residuos de leite, me faz o mesmo mal que se eu comesse algo diretamente com leite.. me dá edema de glote e eu paro de respirar em 10 minutos…o toque , o simples contato na minha pele, nao me da mais queimaduras, mais fico empolada e coça muito. rs

    pra contrariar minhas circunstancias , hoje faço faculdade de Gastronomia.. porque sempre amei cozinhar, e descobrir receitas que eu faça as minhas alterações… se puder.. postarei depois receitas para compartilhar com vcs

    Beijos!

    Responder
    • 24 de junho de 2013

      Oi Mayra!

      Pelo o que você contou você tem alergia à proteína do leite de vaca, que é diferente da intolerância à lactose. Mas várias receitas aqui do blog podem ser feitas por você, é só utilizar leite vegetal – como o de amendoas, aveia, arroz ou de soja mesmo. Tem até receita para fazer esses leites aqui, deu uma olhadinha?
      Nunca tinha ouvido falar em queimaduras feitas pelo leite, que loucura!!!
      Amei que você está cursando gastronomia!!!! Se puder divida suas receitas com a gente sim, vamos adorar ver as fotos e como se faz!

      Um beijo!!!

      Responder
  10. eliane xavier
    30 de junho de 2013

    Olá prezada… sabe, sinto um leve mal estar guando como queijo. Transpiro muito, meu pescoço fica molhado de transpiracao. Portanto parei de comer queijo em publico, e tenho evitado tomar leite… sinto um pouco de enjoou. Mas nao passo mal com danones…

    Sera que eu tenho IL?

    Falei com meu medico e ele nem deu importancia.

    Bjus e obrigada pelos esclarecimentos!!!! Parabéns!!!!!

    Responder
    • 30 de junho de 2013

      Oi Eliane!
      Acho que o ideal seria você fazer o exame para investigar. Tente ir em outro médico e veja o que ele te diz :)
      Um beijo

      Responder
  11. 6 de julho de 2013

    Oi, tem umas duas semanas exatamente que descobri ter a bendita IL. Estive na gastro para fazer exames e por eu ter muita indigestão e refluxo, na maioria das vezes sempre pela rejeição a carne vermelha, a médica desconfiou. Nunca tive esses sintomas que descrevem sobre a IL, mas a médica me falou que pode ser devido já ser bem desenvolvida e eu nem sentir. Já nem como carne vermelha com medo, pois sempre passo mal. Apesar de poucos dias, já me acostumei com essa nova dieta, estou me sentindo bem melhor, só o fato de estar com o intestino solto, tô vendo que vale a pena.Sinto falta mais do leite em pó, mas to lutando para gostar dos outros leites, já que existem muitas opções hoje no mercado. Fui encaminhada para a nutricionista para ver a dieta, e perguntei a ela sobre a carne vermelha, por ela me fazer tanto mal, mas ela não soube explicar qual a sua relação com a lactose. Gostaria de sugerir esse tema em relação a carne, pois outras pessoas que têm IL tiveram que se alimentar apenas de carne branca e soja.Amei o blog e desde já sou fã, tem me ajudado bastante.Abraços

    Responder
    • 8 de julho de 2013

      Oi Marília!

      Que bom que já está se acostumando com a nova dieta! Ela é bem mais tranquila do que parece né?? heheh
      Gostei da sua sugestão! Vou pesquisar sobre a influência da carne vermelha e assim que tiver material suficiente monto um post ok?
      Obrigada pela visita e pelos elogios :)
      Volte sempre, um beijo!!

      Responder
      • Gisele Aguiar
        26 de fevereiro de 2014

        Olá a todos! Sou vegetariana total há 10 anos e sempre senti que o leite e derivados nunca me fizeram bem. Não sei se tem a ver com minha restrição de carne vermelha e branca. Será?

        Responder
        • Carolina
          1 de setembro de 2014

          Engraçado ver várias pessoas comentando sobre esta relação da carne e IL, sou nutricionista funcional, mas nunca tinha ouvido falar sobre esta relação. Também vou procurar mais sobre o assunto. Eu já tinha parado de tomar leite e evitava os derivados há uns 3 anos, porém há 10 meses eu virei vegetariana, o que acabou aumentando o meu consumo de queijo. Uma semana atrás comecei a passar mal e já logo associei à intolerância à lactose, ao comer um bolo passei mal novamente e tive certeza que era intolerância.
          Flávia, seu blog é sensacional, adoro as receitas! Parabéns…

          Responder
          • 1 de setembro de 2014

            Obrigada Carolina!!!
            Se descobrir alguma relação da carne e a IL nos conte :)
            um beijo

          • Elisa Rossi Kemmer
            6 de outubro de 2014

            Olá, eu descobri a intolerância há cerca de um ano. Faz uns meses que estava passando mal novamente e descobri que era a carne vermelha. Frango ainda como, mas pouco.

  12. tatiana pgz
    13 de julho de 2013

    Menina, eu nunca precisei fazer teste pra IL. Minha mãe precisou parar de tomar leite com vinte e poucos anos (fã de pudim de leite, ela percebeu que era comer e levantar da mesa direto pro banheiro). Com meus vinte e tantos anos, comecei a perceber que não podia mais comer três repetições de torta sorvete, puro leite condensado, que dava quase na mesma. Aliás, as coisas baseadas em leite condensado passaram a ser bem pouco atrativas pra mim, como se minha gula tivesse percebido antes de mim que tinha chegado a minha hora. Natal passado foi a gota d´água e me apavorei que não conseguia mais tomar dois copos de leite por dia (um era o limite): de onde ia sair todo o cálcio que uma mulher precisa?! Sorte que me indicaram os leites sem lactose (o Piracanjuba é meu favorito), mas ainda consigo comer uma pizza ou um doce a base de creme de leite sem problemas – o leite condensado e o excesso é que acabam comigo. Intolerância é genética e “mutante” é quem produz lactase até a vida adulta, hehehe, então sei que ainda não perdi totalmente a tolerância, mas já sei que o futuro é menos leitoso ainda ;)

    Responder
    • 15 de julho de 2013

      Oii Tatiana!
      Sabe que o leite condensado pra mim também sempre foi o pior? Assim como o creme de leite e molhos!!! Hoje em dia olho e nao tenho nem vontade de comer, só de lembrar como passo mal!!! hehehe
      Obrigada por dividir sua historia aqui :)
      Um beijo, e volte sempre!

      Responder
  13. paula
    18 de julho de 2013

    Olá descobri há quatro meses que o que eu tinha desde que nasci, há 35 anos atrás era IL e que na época pouco se sabia da doença e quando pequena não queria tomar leite os mais velhos diziam que era frescura e tentavam sempre me convencer a tomar leite, sempre fui gordinha, mas na verdade a IL dificultava a perda de peso, pois várias dietas eram baseadas no consumo de leite e ai eu tinha dores e o intestino sempre solto. Este ano resolvi que tinha que emagrecer pois quero ter o meu primeiro filho e graças a Deus encontrei uma médica maravilhosa que descobriu o que eu tinha e nestes ultimos meses que tirei o leite da minha alimentação já emagreci 5kg. Estou ligada também na internet e gostei muito das dicas. Obrigada

    Responder
    • 19 de julho de 2013

      Oii Paula!
      Que legal sua história! Espero que seja só o início de uma nova fase muito mais saudável e gostosa para você!!
      Obrigada pela visita, volte sempre :)
      Um beijo

      Responder
  14. 31 de julho de 2013

    Meu Deus, Flavia, obrigada por ter postado isso. Pq descobri minha intolerância há quase um mês e tudo o que lia falava que os sintomas eram sentidos logo meia hora ou uma hora depois de ter ingerido a lactose. Só que, quando eu abusava, ficava quase que uma semana ruim ou mais, tendo enjoos constantes, diarreias. E por agora mesmo, quando eu esqueço (fase de adaptação) e como algo que contenha a lactose, passo pelo menos uns dois dias com enjoos, fora a diarreia no dia.
    Agora, bem antes, muito antes, como vc, já tinha os sintomas, só que bem mais espaçados. Por que será? Agora que eles se tornaram constantes. Daí a descoberta.
    Além disso, me vi em seu texto, porque minha alimentação sempre foi ruim, à base de muita lactose (amo leite), muita bolacha, bolos, chocolates, pães, massas… Nossa!
    Creio que deve ter sido por conta da alimentação da gente.

    Responder
    • 1 de agosto de 2013

      Oii Juliana!

      A intolerância pode ir se agravando com o tempo, talvez por isso que você se sinta mal com mais frequência hoje em dia.
      Sabe que também acho muito que é por causa da nossa alimentação que desenvolvemos a IL? Eu comia muito mal, e era só lactose o dia todo praticamente hehehehe
      Hoje em dia sou bem mais feliz sem a lactose e sem o mal estar! Tudo para nos sentirmos bem :)

      um beijo!!!

      Responder
  15. Aline
    31 de julho de 2013

    Oi, Flávia!

    Descobri minha IL há 3 semanas. Demorei para diagnosticar pq ao contrário da maioria que costuma ter diarreia ao ingerir lactose, eu tinha prisão de ventre. Fiz vários exames, tomei remédios e nada. Até um dia achei num site que isso tb pode ser um indicativo da IL. Meu médico passou o exame e deu positivo. Parei com leite, iogurte e queijo e meu intestino está funcionando normalmente! Outro dia comi com um pouco de molho branco e não senti nada. Mas eu evito o máximo que puder.
    Só não sei como viver sem chocolate :(
    Vou virar refém da enzima lactase durante a TPM rsrsrsrs!

    Beijos!

    Responder
    • 1 de agosto de 2013

      Oii Aline!!
      Aii a TPM é o maior desafio pra intolerantes né? hahaha eu invento cada coisa pra poder comer um docinho sem passar mal!
      Acho que até vou fazer um post sobre isso!
      Eu por exemplo me acostumei muito a nao comer chocolate, até gosto dos meio amargos e amargos agora acredita? Antes o meu preferido era o branco! haha olha a diferença!

      Mas vamos nessa! Mantendo o foco sem lactose iihih

      Um beijo!

      Responder
  16. Déborah
    21 de agosto de 2013

    Nossa, para descobrir que era IL foi uma maratona, passei por vários médicos, na fase pior foi quando eu não podia comer absolutamente nada que me dava diarreia, emagreci muito, fiz colonoscopia e descobriram uma inflamação inespecífica no meu intestino, quiseram me medicar com anti-inflamatório, mas por fim eu mesmo fui retirando da dieta laticínios, e melhorei, hoje lido muito bem, substituo o leite, por leite de soja e existe queijo vegetariano, pão, bolo e chocolate sem leite, o tratamento é mesmo dietético.

    Responder
  17. 9 de setembro de 2013

    P favor !! tem como me mandar umas dicas do que comer com essa doença tão ruin de ser controlada, Eu estou desesperada, sem saber o que comer p substituir, o medico passou um remedio p tomar só quando for p alguma festinha , mas confeso que tá sendo dificl, porque como em restaurantes todos os dias, devido trabalhar fora e tenho que almoçar fora. será que poderia tomar esse remedio todos os dias….. por favor me ajuda!! aguardo !! abraço wilma azevedo

    Responder
  18. Tábatha Percego
    11 de setembro de 2013

    Estou adorando esse blog…descobri a IL tem 1 ano e meio,vou confessar que no inicio é realmente muuuito ruim…sempre me alimentei bem,e nunca exagerei pois sempre acabava tendo quadro de diarreia…quando começou a agravar uma amiga me disse para ir ao gastro dela…recomendo à todos procurarem quando suspeitarem que algo não está “normal”…O pior da minha situação ,na verdade é que tenho Sindrome do Intestino Irritável,e posso garantir que é beeeem pior…me trato,mas é cíclico…tem dias melhores e outros nem tanto,tento manter o bom humor e ler bastante receitas,pois apesar de magra amoooooo comer..hahahahaha..bjs

    Responder
    • 11 de setembro de 2013

      Oii Tábatha!!!
      Sabia que é bem comum ter SII e IL né? Mas muitas pessoas relatam que conseguem amenizar muito os sintomas da SII controlando a ingestão de alimentos com lactose. Uma coisa leva a outra né? Ainda mais quando se trata do nosso intestino e estômago :)
      E olha eu também amooo comer! Esse blog me engorda, acho que preciso começar a doar as receitas que faço, porque não tá fácil viu! hahahah
      Um beijo!!!!

      Responder
      • Tábatha Percego
        11 de setembro de 2013

        Flávia,já te disse e repito,estou amaaaando estar participando do blog,parabéns!!! Moro no Rio de Janeiro,em Copacabana,e o que percebi, é que é difícil de encontrar opções de compra de vários produtos que vc colocou e que estou looouca para provar…se souber de lugares,ou alguém me digam,porfavor…tenho alguns ,mas sempre é bom ter alternativas…Grannnde beijo!!!

        Responder
  19. 17 de setembro de 2013

    ATENÇÃO INTOLERANTES A LACTOSE… ESTOU TENTANDO AGILIZAR A APROVAÇÃO DO PROJETO “CONTÉM LACTOSE” NA CAMARA DE DEPUTADOS. POR ISSO ABRI UM “ABAIXO-ASSINADO” PEDINDO AOS DEPUTADOS RESPONSÁVEIS MAIS AGILIDADE… ESTAMOS A 10 ANOS AGUARDANDO ESTE PROJETO.

    AJUDE-NOS A DIVULGAR E ASSINE!

    https://www.change.org/pt-BR/peti%C3%A7%C3%B5es/sandro-mabel-dep-arnaldo-faria-de-s%C3%A1-cdc-cssf-e-cdeic-aprovem-o-projeto-de-lei-pl-2663-2003-lei-da-lactose-2

    Responder
  20. Carolina
    17 de setembro de 2013

    Descobri tem uma semana.
    Desde Dezembro do ano passado vinha sentindo dores abdominais muito fortes, fui parar na emergências algumas vezes desde então! Fiz todos os exames, mais de 10 exames de sangue, endoscopia, 2 tomografias, ressonância e nada. Descobri um problema hepático que foi rapidamente tratado, mas que não tinha relação com as dores horríveis que sentia.
    Nunca desconfiei de IL porque não tinha diarreia, ou prisão de ventre, vômitos ou nenhum sintoma parecido, apenas as dores e os médicos estavam achando minha barriga muito inchada e de uns dois meses prá cá percebi que estava tendo muitos gazes, coisa que nunca tive na vida. Depois de fazer aquele exame de sangue pavoroso (pois minha veia é muito fina e difícil de pegar) constatou que o aumento da glicose foi de apenas 7%.
    Mesmo sem comer nada com lactose ainda sinto dores… Vou ao médico em Outubro para saber os próximos passos!

    Responder
  21. Mônica
    24 de setembro de 2013

    Descobri a minha intolerância a menos e 1 mês. Mas desde o ano passado eu sofro com diarréia, cólicas, gazes… Fui em um gastro e ele disse que eu tinha Síndrome do Intestino Irritável. Andei tomando uns remédios, mas já percebia que ao tomar leite eu não me sentia bem, evitei de tomar somente no café da manhã, até porque passava longe dos meus pensamentos que eu tinha intolerância a lactose. Este ano, em agosto, troquei de gastro e esta me passou uns exames, incluindo a de intolerância a lactose. Já comecei a desconfiar e perceber que outros produtos com leite também me faziam mal. Tive a certeza no dia do exame, porque fiquei mal o dia inteiro. Agora tenho que evitar ao máximo a lactose durante três meses… Ai ai… Está um pouco difícil a adaptação, mas nada impossível!! Você estar compartilhando aquilo que aprende, e os produtos disponíveis pra nós com IL são de grande ajuda, já não estou tão perdida!! Muito obrigada!

    Responder
    • 26 de setembro de 2013

      Oii Mônica!!!

      O começo é o mais chatinho mesmo, parece muita coisa para assimilar. Mas fica calma que com o tempo vai ficar bem mais tranquilo, acredite :)
      Fora que hoje em dia cada vez mais temos opções de produtos sem lactose.

      O que precisar me avise, se eu puder ajudar ficarei super feliz.

      Um beijo!!!!

      Responder
  22. Diana
    12 de novembro de 2013

    Eu descobri a minha IL depois de um tratamento de gastrite e uma bactéria estomacal; como está ainda muito recente, fico muitas vezes estressada e muito triste por não poder comer aquilo que mais gosto.
    muitas vezes não consigo evitar, como tudo derivado do leite e sempre passo mal; muitas pessoas dizem que isso é só psicológico que não é verdade. as vezes me sinto muito trite pq as pessoas não estão na minha pele para saber. Sinceramente estou com medo d adquirir uma SII.

    Responder
    • 12 de novembro de 2013

      Oii Diana!!
      Não fique triste. O começo é mais difícil mesmo, temos muitas dúvidas e infelizmente têm muita gente que acha que é psicológico ou frescura, mas ignore!!! Nós sabemos o que sentimos e que não é nada disso, na verdade bom se fosse psicológico né? Era só pensar “não vou passar mal” e pronto!!! :)
      No que eu puder te ajudar me avise.
      Se me permite uma dica, procure uma nutricionista. Ela vai te auxiliar bastante em substituições e ideia do que comer para não ser tão sofrido a retirada da lactose!
      um beijo!!

      Responder
      • Diana
        14 de novembro de 2013

        Rsrsrsrsrs!
        Linda; obrigada!
        E é verdade só na nossa pele mesmo para saber!
        Quem dera se fosse fácil assim! kkkkkkkkkk
        Virei seguidora desse site gostei muito dele e suas dicas! São maraaaaa!
        Um Beijãoooo!

        Responder
      • Valeria Miguelote Kokis
        23 de janeiro de 2014

        Olá Flávia. Ontem me disseram uma coisa que fiquei chateada. Sou IL grave e me disseram assim que eu era hipocondriaca e por isso que eu tinha esses sintomas. Que isso era da minha cabeça. Fiquei tão triste ao ouvir isso. Bjos

        Responder
  23. Daniella
    28 de novembro de 2013

    Descobri minha intolerância a lactose há uns 3 meses depois de 8 meses indo com frequência no gastro . Sentia muito desconforto abdominal, gases, abdome inchado, distensão da parede do intestino, demora na digestão. Procurei um gastro que me passou vários exames. e em um desses exames , além de ter descoberto a gastrite, o refluxo, descobri também a intolerância a lactose.O médico não me receitou nenhum remédio só o PROLIVE e pediu que eu procurasse uma nutricionista. Até hoje não cortei totalmente o leite, em janeiro tenho consulta com a nutricionista para me passar a dieta .O mais difícil é ficar sem tomar sorvete e como estava morando no interior não tinha acesso a produtos sem lactose. Moro em Cuiabá e não sei onde posso procurar os produtos.

    O site esta sendo de grande ajuda!!

    Responder
  24. Larissa Lemos
    30 de novembro de 2013

    Olá, fiz o exame de intolerância a lactose hj, e estou passando muito mal! Uma diarreia incontrolavel e muitos gases. Vcs passaram por isso no dia do exame? Será que todo mundo passa mal ou só quem tem intolerância? Estou com medo do resultado. Tenho
    Sentido fortes dores abdominais , parece que minha abriga só tem gases e eles não conseguem
    Sair…. Kkkkk
    Se der positivo vou ser frequentadora assídua do blog
    Abçs

    Responder
  25. Ana Cristina
    1 de dezembro de 2013

    Vou compartilhar com vcs os meus sintomas IL, talvez possa ajudar alguém que está passando por sintomas parecidos. Descobri minha IL a 1 ano, mas antes a muitos anos não me sentia bem com o leite, mesmo sem saber por muitas vezes deixei de tomar leite achando que era ele que me engordava, isso tudo pq sentia o meu abdome inchado. Os anos se passaram e os sintomas só foram se agravando até que certo dia, o abdome inchou tanto as dores gastrointestinais eram tantas que resolvi procurar o médico, procurei diversas especialidades, até ginecologista, porque sentina dores no intestino e eram semelhantes ao problemas de bexiga, infeção urinária, não podia nem andar de carro que parecia tudo estar solto e muitas dores, indo ao gastro e fazendo exames foi diagnosticado através de um exame de sangue com um líquido ingerido que realmente era intolerante a Lactose,mas os médicos gastros estão tão desinformados quando ao assunto que nem ligou, e no exame do ultrassom deu uma inflamação no intestino e água , a posição do médico era sempre a mesma, nem ligava, só disse que a minha IL era severa e não deveria ingerir nenhuma gotinha e nem traços. assim fiz, os sintomas até que estavam melhorando, foi quando tive uma trombose na panturrilha, para quem não sabe é um coagulo de sangue em uma veia interna que evita a passagem do sangue, ou seja meu sangue estava grosso e isso era grave poderia dar uma embolia ou algo pior, fiquei hospitalizada por 6 dias fazendo tratamento com remédios anticoagulantes e injeções, no 4 dia os sintomas voltaram abdome diarreia, dores etc… desconfiada olhei a bula do remédio e la estava, composição lactose, o jeito foi manter o tratamento com a enzima lactase, mas o meu organismo hj não aceita mais, ainda tomo esse remédio e o fato de não poder mais tomar a enzima estou com constante crise de lactose, sabe o que é isso? abdome mais do o dobro, incomodo na hora de dormir, respiração ofegante, estomago e esôfago todo danificado, e o meu intestino todo inflamado, horas diarréia horas constipação, até água que eu tomo dilata o meu abdome, a alça do intestino incha tb e o umbigo fica como se estivesse com hêrnia, os gases são infindos, qualquer tipo de alimentação dilata o estomago abdome e enjoos e vômitos. Hoje pedi para ao meu médico vascular suspender o remédio até eu melhorar caso contrário meu organismo não vai aguentar.Indo a padaria Sabor e Saúde( alimentos sem glutem e lactose) conheci uma médica veterinária angolana, que tem todos os sintomas que os meus, e passou por momentos ruins, eu até tomografia fiz pq no intestino as alças dilatam e crian bolos, e nas crises se vc for ao médico eles vão achar que é um tumor, ela hj aprendeu a lidar com a IL, apesar de ter que fazer uma cirurgia de hernia umbilical e reparação na dilação do abdome por causa da IL, e descobri mais… algo que meu médico vascular suspeitava, a trombose por causa da IL, tem fundamento o intestino não funciona legal e a circulação é prejudicada, ou seja quem tem IL tem problemas sérios de circulação, vc não precisa ter uma trombose, mas pode ter dores nas costas e pernas e cólicas. Gente eu hj estou muito ruim com todos os sintomas a tacados, mas tenho esperanças que vou vencer essa. Bom pra quem não conhecia esta ai, não são só alguns sintominhas e quem disse que não prejudica outras áreas do nosso organismo. Só sinto muito dos médicos não darem importância p/IL e não irem ao ponto quando se tem esses sintomas prejudicando outros. Acorda médicos brasileiros, IL tem feito parte da vida dos brasileiros a algum tempo. Dica se vc é IL procure um médico nutricionista funcional, é a melhor solução.

    Responder
    • Anahy
      11 de setembro de 2014

      Achei o seu relato bastante diferenciado no que toca aos sintomas mais comuns, mas acredito sim que a IL diagnosticada e tratada em retardo provoca inúmeras complicações; nós IL temos que estar atentos a esse tipo de relato para que possamos levar com afinco a dieta e o tratamento necessário. Me identifiquei com vários sintomas descritos por você, descobri há pouco a minha IL, estou afastada do trabalho e convívio social normal há mais de 4 anos por causa dos sintomas severos (com o detalhe de não possuir diárreia). Após ter me submetido a uma cirurgia que em nada tinha a ver com a IL, fiquei cismada e só esse ano resolvi voltar a procurar ajuda médica (inclui gastro, nutricionista, gineco, urologista e endocrinologista). Farei o que for preciso, em termos de restrição e dieta pra amenizar minhas dores e voltar a conviver normalmente com as pessoas.

      Responder
  26. ANDREIA
    10 de dezembro de 2013

    QUE BOM QUE ACHEI ESTE BLOG! QUANDO DESCOBRI MINHA INTOLERÂNCIA A LACTOSE
    NÃO ACHEI NINGUÉM PRA DIVIDIR OU ME INSTRUIR! ANTES DE DESCOBRIR PASSEI MUITO MAL, COM FORTES DIARRÉIAS SEGUIDADAS DE CÓLICAS, FUI PARAR NO HOSPITAL POR DUAS VEZES. QUANDO PASSAVA MAL A SENSAÇÃO É PÉSSIMA E VAI PIORANDO COM O TEMPO, SÃO POUCAS AS PESSOAS QUE TEM INTOLERÂNCIA E SABEM, SÓ DESCOBRIR PORQUE PROCUREI UM ESPECIALISTA CERTO. MAS VC PASSA TÃO MAL QUE NÃO DÁ PRA ACREDITAR QUE VEM DO LEITE E SEUS DERIVADOS, DEUS ME LIVRE!!! HOJE TOMO LACTASE E NÃO CONSIGO EVITAR OS DERIVADOS, MAS SINTO QUE VOU TER QUE FAZER UMA DIETA, POIS MESMO TOMANDO LACTASE ME SINTO ESTRANHA AO INGERIR OS DERIVADOS, FIQUEI MUITO TRISTE AO DESCOBRIR, MAS ALIVIADA, POIS PENSAVA SER ALGO MAIS SÉRIO! É O LEITE E SEUS DERIVADOS…….

    Responder
    • cibele
      18 de setembro de 2014

      meu filho também tem passado muito mal mesmo tomando lactaid fast, achei muito estranho.

      Responder
  27. Carolina T.
    10 de dezembro de 2013

    Olá Flávia!
    Estou adorando seu blog. Logo vou testar suas receitas.
    Vou contar meu caso.
    Há uns 6 meses estou com problemas de diarreia, gases, e coisas desconfortáveis.
    Há um pouco mais de um mês o meu médico , um gastro, me disse que era SII, e me passou uma medicação.
    Mas acho muito estranho um diagnóstico de SII antes de um teste de intolerância a lactose.
    Iniciei a medicação juntamente com a exclusão da minha vida de tudo que tem lactose (pelo menos que eu saiba que tenha) e vi uma melhora incrível.Mas como ainda tomo a medicação, não sei se a melhora foi o remédio ou a dieta.
    Fiz na última semana o teste de intolerância a lactose que uma médica endocrinologista me pediu, e em menos de 30 minutos do início do teste tive uma crise de diarreia muito forte. Passei o resto do dia mal.
    Como ainda não retornei na médica não sei se tenho intolerância ou não. Mas ao que tudo indica tenho sim.
    Para confirmar minha suspeita, estava melhor há mais de um mês, fiz o teste e fiquei péssima, e há uma semana voltei a tomar pílula anticoncepcional e não tenho me sentido 100% como estava antes.
    Em breve volto para contar mais.
    Obrigada criar um blog que ajuda tanta gente.

    Responder
  28. Aline
    17 de dezembro de 2013

    Oi Flávia. Parabéns pelo site! Fiz o exame de tolerância a lactose hoje… Horas depois tive diarréia, barriga inchada e gases. Recebo o resultado só na quinta. Acha que esses sintomas podem ser um indicativo de Intolerância? Ou isso seria normal tb numa pessoa que não tem por se tratar de uma dose concentrada de lactose? Sei que não é médica…rsrsrs… Mas deve ter ouvido vários depoimentos que possam me dar um norte. Agradeço desde já.

    Responder
    • 18 de dezembro de 2013

      Oii Aline!!
      Olha, pelo o que eu já ouvi pelo blog e por amigas que fizeram o exame é bem comum passar mal depois, mas não necessariamente você tenha IL. Pode ser que tenha e pode ser que seja o que você disse, por ser uma dosagem alta te deu reação.
      A melhor maneira de confirmar é com o seu médico quando os resultados saírem.
      Depois venha me contar aqui se deu positivo, e caso possa te ajudar em algo (sendo mais precisa do que nessa minha resposta kkkk) me avise!
      um beijo!!

      Responder
      • Aline
        23 de dezembro de 2013

        Oi Flávia! Agradeço demais sua atenção. Saiu o resultado mas ainda não retornei ao meu médico, pois meu retorno será só em janeiro (final de ano, sabe como é… rsrsrs)… Mas pelo que vi no exame e após pesquisas na net, o resultado deu positivo para intolerância sim : (
        A glicemia quase não aumentou na coleta de 30min (nas referencias diz que o normal é pelo menos 20mg), a minha aumentou de 86 em jejum para 93 (só 7mg). E nos 60 e 90min fez foi diminuir para 91 e 88. Ou seja, meu organismo não está quebrando a lactose. Portanto, acho que já posso me considerar uma intolerante a lactose. Ai,ai…É certo que daqui pra frente o Lactose Não estará na minha barra de favoritos. rsrsrs… Só tem uma coisa boa nesse resultado: descobrir enfim a causa do mal estar que vem me acompanhando há algum tempo. Bem, de qq forma, vamos ver o que meu médico diz e quais os próximos passos. Um bjão e daqui pra frente sempre acompanhando os novos posts. ; )

        Responder
        • 5 de janeiro de 2014

          Aline! Descobrir a causa do nosso mal estar é aliviante ne?! Mesmo que seja descobrindo a intolerância hehehe
          Tomara que você volte a se sentir bem logo, você vai ver como recompensa os esforços para fugir da lactose! Haha
          Depois me conte como está sendo!
          Um beijo e feliz ano novo!

          Responder
  29. Carla Nascimento
    31 de dezembro de 2013

    Oieee, tive IL quando bebê e agora, com 21 anos ela voltou com força total, pena que demorei para descobrir, tenho manchas nas pernas há mais de 1 ano e até parei de usar cremes, mas nada de melhorar e fui deixando, pois não tinha tempo pra ir no médico. Agora que entrei de férias consegui ir, faz 15 dias que descobri que minha IL tinha voltado, mas o chocolate não abri mão, comi muuuito e no natal varias sobremesas, fique muito mal e decidi cortar tudo :(, em 3 dias estou me sentindo mais leve, sem cólicas, coceiras, uhuuu, encontrei esse blog por acaso e amei mais ainda, parabéns, ja estou menos desesperada, sei que esse blog irá me ajudar muitoooo e, claro, meu irmãozinho, meu pai… bjooooo e um Feliz Ano Novoooo!!!

    Responder
    • 5 de janeiro de 2014

      Oii Carla!!!
      Que bom que está gostando do blog! Tomara que continue conseguindo ajudar um pouquinho.
      Obrigada e um 2014 lindo pra vc e sua família!!! Beijoca

      Responder
  30. Mariana
    8 de janeiro de 2014

    Oi, Flávia
    Que ótimo site você desenvolveu. Fiz hoje o meu exame para intolerância à lactose hoje de manha e agora à tarde já estou me contorcendo de dores na barriga, inchaço abdominal, etc. Tomara que eu descubra o que me causa tanto desconforto e sofrimento… Pena que demorei 28 anos pra ir atrás. Ler tantos relatos de pessoas com os mesmos sintomas é ótimo, me sinto mais “normal” rsrs … (:
    Amanhã já sai o resultado e eu volto pra contar!
    Um beijo e um ótimo 2014

    Responder
  31. Valeria Miguelote Kokis
    23 de janeiro de 2014

    Olá. Eu descobri minha intolerância fazem 2 anos. Na época dava 6 disciplinas em uma faculdade. Foi tenso, pois eu fiquei inchada, com gases absurdos e vontade de ir ao banheiro direto. Ganhei 10 quilos a mais (era tudo gazes). Luto com isso até hoje. Na época me indicaram tomar a enzima lactaid (americana). Sempre que alguém vai aos Estados Unidos peço para trazer e faço estoque. No início ela funcionou perfeitamente e comia até prato de strogonoff e ficava bem. Porém sinto que de 1 semana para cá não tá surtindo mais efeito ingerir o lactaid antes de comer qualquer derivado de leite. Essa semana passei muito mal após comer um pate de peito de frango cremoso da sadia junto com o lactaid. Estou com gastro marcada para me dá mais uma orientação se aumento a dose da enzima ou se tenho que fechar a boca mesmo para os derivados de leite. beijos a todos Valeria

    Responder
  32. Rita Soares
    30 de janeiro de 2014

    Olá Flávia,
    Descobri minha intolerância em agosto/2013, depois de quase 4 anos convivendo com dores de barriga, infecções na bexiga, intestino preso ou solto etc… No dia dos pais comecei com uma dor horrível na barriga, mas não falei nada para não estragar o clima… no outro dia não aguentei e fui no médico e fiz exames de sangue e ecografia pois medico suspeito de apêndice, fiquei em observação umas 4 horas e não deu nada nos exames e ecografia esta td ok… médico me falou que era intestino q tinha q procurar um gastro, tive que fazer 19 tipos de exames e descobri a intolerância… cortei praticamente td que tem leite, às vezes tenho alguns desconfortos e dores nos intestinos, médico acha q pode ser intolerância a gluten, mais um exame que tenho que fazer… Posso dizer que me sinto melhor, minha alimentação melhorou… até perdi uns kilos… abraços a tds!!!

    Responder
  33. Renata
    13 de fevereiro de 2014

    Oi Flávia,

    Tem 3 semanas que descobri minha intolerância.
    Cara, como é difícil você saber que nunca mais vai poder ir em um rodízio de pizza sem culpa.
    Até agora eu to conseguindo seguir direitinho a dieta, desde que descobri não como mais nada com lactose e tenho que confessar que a minha qualidade de vida melhorou tanto, nunca mais tive que sair correndo no meio de um almoço para ir ao banheiro, ou fiquei enjoada em um vôo porque pedi café com leite, até minha sinusite sumiu.
    Minha vida melhorou tanto que a tristeza por descobrir que era IL passou e agora é só olhar para frente.
    Eu AMO cozinha e almoçar/ jantar fora. Desde que eu descobri já fiz pizza sem lactose, mudei todas as minhas receitas e sigo as suas dicas diariamente.
    Quero te agradecer pelo site, desde que eu descobri que tenho IL sonho com um risoto e com a receita de hj eu já sei como fazer :)
    Obrigada por deixar essa transformação de vida mais leve!

    Responder
    • 17 de fevereiro de 2014

      Oii Renata!

      Que legal, fico feliz que você está vendo a intolerância pelo lado positivo!!! Temos várias opções deliciosas né? Só questão de mudar os hábitos e manter o bom-humor.
      Como eu digo, todo o esforço vale a pena para nos sentirmos mais dispostos e saudáveis!!!
      Um beijo!

      Responder
  34. Camila Mendes
    14 de fevereiro de 2014

    Oiiii Fláviaaa…
    Eu acabei de chegar de uma clinica…fiz uma bateria de exames, pois a 4 anos sofro muito com vomitos e diarreias, mais sempre me alimentei mal…e muittooo leitee…e pela primeira vez fiz o teste de IL, ainda nao recebi o resultado, mais lendo seu blog, acho que to entrando pra esse time…ah deixa eu só te contar que depois que a enfermeira me deu lactose pra fazer o teste, eu quase morri de colica abdominal e de diarreia tambem…
    será que estou certa de que posso ser IL ou são meras coincidencias?

    Responder
    • 17 de fevereiro de 2014

      Oii Camila!

      Certa, certa, só com o resultado em mãos. Já ouvi pessoas que passaram bem mal depois do exame e não acusou intolerância, assim como quem não passou mal e acusou, então melhor garantir e esperar o resultado!!!
      De qualquer maneira, tomara que você descubra a causa do seu mal estar e fique bem logo logo!
      um beijo!!!!

      Responder
  35. Helena
    17 de fevereiro de 2014

    Oii Flavia!

    Descobri minha IL há uma semana (sim, ainda sou um embrião em relação a essa vida hehehe) e tive a sensação de que eu nunca mais ia poder comer coisas que eu gostava – sou bem dramática!
    Já faz quatro anos que venho passando mal mesmo e no último ano perdi muuuito peso e muito rápido, sendo que eu já era magra e fiquei seca. Além disso, perdi muito cabelo, tipo 3/4 do meu cabelo se foram.
    Enfim, essas coisas foram baixando a minha autoestima, até que (quatro anos depois) resolvi me entregar ao exame de intolerância (eu já sabia que eu tinha, minha família já sabia e meus amigos também). Então, não foi uma surpresa muito grande a IL, mas me adaptar está sendo bem mais complicado que eu imaginei.
    Eu já tinha uma alimentação muito saudável, mas parece que tuuuudo tem lactose, sério.. Descobri teu blog ontem, quando em um momento de tristeza achando que eu nunca mais ia conseguir comer brigadeiro sem tomar remédio, te encontrei no instagram de outro perfil de intolerantes. Acho que já passei horaaaas lendo os teus post e posso dizer com certezaa, tu me deu uma luz no final do túnel!
    Muito muito obrigada por compartilhar tanta coisa boa com a gente, e por demonstrar que a IL não é um bicho de sete cabeças!!

    Beijosss,
    Helena!

    Responder
  36. Viviane
    17 de fevereiro de 2014

    Faz menos de uma semana que fui à médica para ter a confirmação da minha IL. Mesmo antes disso já sabia que tinha adquirido a intolerância. Meu irmão tem desde que era muito pequeno e pelo que sentia e observava quando eu comia (principalmente no período da manhã) já suspeitava. No dia do exame de sangue passei muito mal, ainda no laboratório comecei a ter diarreia e nem consegui trabalhar. Passei o resto do dia em casa, muito mal mesmo. Quando saiu o resultado, a glicose não subiu nem um tiquinho (83ml nas três coletas). A médica disse que a intolerância é forte! Ainda estou bem triste em pensar que não poderei mais comer pizzas e chocolates (minhas bobagens favoritas!).
    Há meses sofria com diárreia crônica e uma sensação de estômago cheio mesmo depois de ir ao banheiro. Procurei clinico geral, fiz exames de sangue, fezes, ultrassom, e nada…tudo normal aparentemente. Fui em busca de um gastro, ao ver os resultados normais, disse que meu problema intestinal poderia ter causa psicossomáticas (síndrome do intestino irritável), daí ele me encaminhou para a colonoscopia para investigar possíveis inflamações. No resultado que sai na hora, está tudo normal. Pegarei o laudo da biopsia amanhã e retornarei ao gastro nos próximos dias. Confesso que estou bem ansiosa para saber se existe alguma inflamação a mais, se meu intestino está comprometido, qual o nível da IL e se posso, de vez em quando, tomar a enzima artificial.
    Achar o blog me deixou um pouco mais aliviada. Acho que é questão de tempo se readaptar a uma vida sem leite e derivados que tenham este açúcar.

    Responder
  37. Cristina
    24 de fevereiro de 2014

    Fiz meu exame tem umas duas horas, ainda não senti nenhum sintoma até agora. Mas tenho todos os sintomas de intolerância. Parei de consumir produtos com lactose na quarta, hoje é segunda, e melhorei. Será que todos que tem intolerância tem sintomas assim que bebem a lactose? Estou super ansiosa para saber o resultado. Lógico que não quero ser intolerante, mas se não for isso, ainda ficarei sem saber o que me causa esses sintomas. Vocês sabem se quem é intolerante sente sempre os sintomas imediatamente após beber aquele líquido? Ou será que para algumas pessoas demora mais? Ah, e parabéns pela iniciativa do site, sem dúvidas uma ajuda e tanto para quem é intolerante. =D

    Responder
  38. Hannah
    24 de fevereiro de 2014

    Olá, irei fazer o exame amanhã e ouvi dizer que passa muito mal … é verdade?

    Responder
    • Cristina
      25 de fevereiro de 2014

      Fiz o meu ontem e pelo que vi no resultado tenho intolerância, pois minha glicose não aumentou nem em 10 mg com relação a amostra de antes de tomar a lactose,e deveria aumentar pelo menos 20 . No entanto, nao passei mal, embora estivesse esperando que acontecesse. Uma levíssima dor na barriga e um pouco de inchaço e só. No laboratório disseram que algumas pessoas ja tinham passado muito mal fazendo o exame. Talvez eu nao tenha passado mal porque tinha passado os ultimos dias anteriores ao exame sem ingerir nenhum produto com lactose e talvez ainda possa consumir moderadamente a lactose. Acho que depende do organismo. De qualquer forma, esteja preparada.

      Espero ter ajudado,
      abraços =D

      Responder
    • Thais Corral
      8 de abril de 2014

      Olá, acabei de fazer o exame hoje pela manhã, e realmente, estou passando super mal. Muita cólica, e diarreia. Mas vale a pena. Tudo para tentar descobrir as causas.

      Responder
  39. Daniel Camilo
    5 de março de 2014

    Boa Tarde a todos!
    Li todos os relatos acima e estou adorando.
    venho sentindo muitas dores abdominais e um mal estar em toda a Barriga.
    Ja fiz todos os exames possiveis e imaginaveis, inclusive Colonoscopia e Endoscopia e nada foi encontrado (graças a Deus ),
    Vcs acham que pode ser a IL ? Me descrevam se possivel alguns sintomas.
    Quando como qualquer coisa o mal estar e as colicas são momentanes e isso ja vem se extendendo a quase um ano . Até hoje só fui medicado para problemas no estomago.
    Virei Fã; Obrigado a todos

    Responder
  40. Bruna
    4 de abril de 2014

    Olá Flávia,

    Parabéns pelo blog! Nunca cogitei a possibilidade de intolerância à lactose! ontem fui à uma gastro para tratar um refluxo e uma tosse seca que não melhora… ela disse que poderia ser IL e que gostaria de fazer o teste antes da endoscopia. Achei que era desnecessário, mas hj fiz o teste. Nunca passei tão mal depois de fazer um exame. Uma hora depois eu já estava com muita dor, tive os sintomas relatados por vcs e mal consegui dirigir e chegar à minha casa! sou hipertensa, mas até queda de pressão eu tive! Estou assustada e ansiosa pelo resultado do exame… Até então minha preocupação em restringir a lactose era apenas pq meu filho tem rinite e sinusite, que agravam quando ele a ingere… Amo cozinhar e estou ralando para aprender novas receitas. a vida inteira cozinhei usando leite e derivados!!!!

    Responder
  41. leticia
    10 de abril de 2014

    ola muito bom dia, pois é a varios meses vai, estou procurando uma causa para meus sintomas e depois de pedir tanto a DEUS PARA ME MOSTRAR , ainda sem ter algum exame me dei conta que, devo sim ter algo contra lactose, pois passo mal quando tomo leita ainda que seja desnatado, me da falta de ar, tremedeira coração acelera, e por final gases ai depois dos gases terem saido eu melhoro,pois como ja disse sinto isso apos tomar leita com cafe ou achocolatado, ontem mesmo não tomei leite e me senti bem o dia todo….mas vou passar no medico nos proximos dias… é cuidar da saude né… esse blog esta muito legal

    Responder
  42. 10 de abril de 2014

    Muito bom o blog, adorei. Muito interessante!!

    Responder
  43. Daisy
    2 de maio de 2014

    Oi Flávia..
    Então gostaria de uma posição sua, Pois de uns meses para cá tenho passado muito mal, na maioria das coisas que eu como, me estufa, dá enjoou e minha barriga parece estar cheia de gases, sem contar que tem dias que tenho crises terríveis de dores e cólicas e não passam com nada, Qualquer líquido que eu tomo me estufa também, com exceção da água!! O que será que poderia ser isso??
    Obrigada desde já :)

    Responder
    • 4 de maio de 2014

      Oi Daisy.

      Pode ser varias coisas. Procure um medico, ele sabera te orientar!
      bjs

      Responder
  44. Cristina
    22 de maio de 2014

    Olá Flávia eu descobri que sou IL a 4 dias e sempre fui magrinha e comia pouco mas não era de comer besteiras mas em compensação sempre adorei leite!!! De uns meses pra cá sentia sintomas estranhos sempre logo após comer sentia um desconforto no intestino, inchaço, cólicas e enjoos, emagreci 5kg sentia também tremores e meus pés e mãos ficam gelados. Até abcessos eu tive na região anal. Fui no médico fiz exames de sangue inclusive o de Tireóide e tudo esta OK. Até fazer o de Intolerância e ser constatado pois a minha glicose deu inferior a 20,0mg/dl – deficiência de dissacaridase em comparação com a glicose basal!! O médico não me explicou se isso quer dizer q sou 100% ou não….Será que com a sua experiência você consegue me dizer?? Estou preocupada pois preciso recuperar meus quilos perdidos pois estou muito magra! Será q agora vai ser mais difícil essa recuperação?? Desde já agradeço pela sua atenção!

    Responder
    • 22 de maio de 2014

      Oi Cristina!
      Infelizmente não sei te dizer qual seu nível de intolerância. Como disse em alguns posts, no meu caso foi tentativa e erro.
      Sei que sou bem sensível ao leite em geral, portanto evito a maior parte do tempo e quando como é pouquinho e beeeeem esporadicamente.
      Em relação ao seu peso, acho que o ideal é você consultar uma nutricionista funcional. Ela conseguirá te orientar bem de acordo com seus hábitos e suas necessidades :)
      um beijo

      Responder
  45. Natalia
    25 de maio de 2014

    Oi Flávia, descobri há 3 meses minha intolerância a lactose, pois sempre tinha vários dos sintomas e não conseguia respostas clínicas, até que fui ao meu gastro e insisti que ele me fizesse o pedido de teste de tolerância a lactose.
    Vim aqui deixar meus parabéns e agradecer por seu site me ajudar tantas vezes!
    Ainda passo mal com frequência pois teimo em comer o que todos a minha volta comem (como adoro comer, sofro muito com restrições rs) Mas sempre que entro aqui e leio suas postagens, me da vontade de ir pra cozinha e preparar minhas comidas da maneira que deve ser.
    Muito obrigada :)

    Responder
  46. Vanessa
    28 de maio de 2014

    Olá!!
    Bom, eu também sou do time da IL.
    Em janeiro deste ano, tive uma diarréia de 3 semanas, nem desconfiava que poderia ser a intolerância a lactose, achava que era uma virose de verão, mas teve um dia que eu comia e ia para o banheiro, então percebi que naquilo que eu comia havia derivados do leite. Resolvi procurar um gastro, e foi ai que descobri que sou intolerante, no grau mais elevado. Sendo assim, preciso evitar ao máximo o leite e seus derivados. O médico me receitou um produto muito bom, se chama digelac, é um pó que você pode dissolver em um copo com água e tomar antes de comer alguma coisa que contém lactose, eu uso casualmente, porque ja usei e não resolveu, mas acredito que foi devido a ter ingerido muitos alimentos com lactose e então o digelac não conseguiu ter efeito. Isso também precisa ser observado, mas de certa forma me ajuda sim.
    Na verdade, não tem sido muito fácil pra mim não, emagreci 4 kg em 2 meses. E já sou magra. Uso produtos zero lactose, mas percebi que até o leite zero lactose está me fazendo mal, vou começar a não tomar mais esse leite pra ver se melhoro.
    É um desafio e uma descoberta, e acredito que ao poucos conseguirei me adaptar.
    A grande dificuldade é que viajo muito, e como em diversos lugares, muitos lugares não tem como saber se as comidas contém, leite, ou derivados, aí já viu, senão tiver o digelac, no meu caso é banheiro na certa, a diarréia é meu maior sintoma.
    Mas como somos seres adaptáveis, conseguiremos sim.
    O bom é que nesse processo tenho encontrado várias pessoas que estão super dispostas a nos ajudar, considero isso uma benção de Deus.
    Obrigada pela atenção!!
    Deus nos abençoe :D

    Responder
  47. Ludmila Alcântara
    31 de maio de 2014

    Acho que já me tornei leitora assídua do blog, parabéns pela sua iniciativa Flavia. Minha descoberta da intolerância foi similar, há pouco tempo que recebe essa terrível noticia rs. confesso que os primeiros momento de adaptação são atemorizantes, mas já que entrei nesse barco hora de saber conduzi-lo e conto com sua ajudinha.. :D

    Responder
  48. Paula Alvim
    2 de junho de 2014

    Olá pessoal, estou tendo estes sintomas já alguns anos, minha alimentação é balanceada mas bebia bastante leite. Até que alguns meses pra piorou, então procurei uma Gastro onde me solicitou exames para intolerância a lactose, intolerância a glúten e endoscopia com biopsia, a médica suspeita que eu tenha IL e SII. Hoje eu fiz o exame de intolerância a lactose só que após o exame me deu uma dor no esmago e muitos, mais muitos gases. Isto aconteceu com vocês quando fizeram o exame?
    Na sexta (06/06) sai o resultado.
    Abraços

    Responder
  49. Juliana
    2 de junho de 2014

    Em 2011 eu tive gastrite e nas perguntas que a médica fez, ela detectou uma intolerância moderada a lactose. Era simples: eu me sentia mal com lactose pesada de leite puro e creme de leite, por exemplo. Também notei que o leite em pó me dava urticária. Mas até aí tudo bem. No final de 2013 fui sentindo sintomas cada vez mais fortes de reação à lactose que eu ingeria e pensei “tá ficando pior”, mas não quis eliminar tudo de bom que eu comia, apenas moderava quando não queria tantos sintomas. O problema definitivo veio em janeiro de 2014 quando comecei a ter diarreia e percebi que até mesmo pequenas quantidades de lactose estavam me deixando mal. Sentia muito cansaço e hipoglicemia e como sou vegetariana fiquei meio revoltada com a IL porque me restaram poucas opções para comer fora de casa.

    Fiz o exame na semana passada e estou esperando o resultado ainda. Estou otimista, pois não tive a reação que esperava com o exame, tive só alguns dos sintomas, mas sem diarreia. Sei de pessoas que se curaram da IL e estou com esperança de que a minha tenha regredido.

    Responder
  50. Rosereus
    8 de junho de 2014

    Oi a minha filha Manoela tem alergia a lactose, ela só tem 3 anos. Não levo ela nos aniverssarios por que ela não entende que não pode comer as coisas. É muito triste!! Bjs

    Responder
  51. Evilim Cristina Dutra
    2 de julho de 2014

    fiz um exame de intolerância a lactose a glicose basal foi de 86,0mg/dl ,Apos 30 minu.. 99,0mg/dl ,após 60 minu 90,0mg/dl ,após 90 minu 97,0mg/dl , após 120 minu 88,0mg/dl sera q é intolerância a lactose??

    Responder
  52. Akiane
    2 de julho de 2014

    Ola Flavia, minha historia eh bem parecida com a sua. O medico suspeitou em dezembro de 2013…. e pediu o teste de IL…. mas como não dei muita bola, acabei não fazendo…. já havia parado de tomar leite…. mas continuei comendo algumas coisas que eu gostava…. tipo muito queijo, nata, pizza, etc…. Mas no mês de junho, passei muito mau…. e não sabia porque…. tava apavorada….. foi então que fui no gastro novamente e ele falou que poderia ser IL….. mas agora fiz o teste e saiu hj (02.07.2014) o resultado…. Mas fiquei meia confusa…. o resultado deu 73,2 MG/DL ….. alguem saberia me dizer o que significa? Só tenho medico dali a um mês…. :(

    Responder
  53. Renata
    9 de julho de 2014

    Boa noite! Descobri ser IL… fã de rodízios de massas foi um baque!
    O médico me passou 3 meses sem contato algum com derivados do leite… e eatou tomando 2x ao dia um remédio chamado Lonium… gentr tô super triste. .. 2 semanas sem comer nada com leite e ainda sim tive diarréia 2x. Fico tranquila por saber que na colonoscopia e endoscopia não deu nada… mas sem saber o que pensar… vivo com medo de sair e precisar ir ao banheiro. Isso acontece com vcs? Adorei o blog beijos.

    Responder
  54. Jacqueline Roesler
    19 de julho de 2014

    Olá Flávia, descobri recentemente minha intolerância a lactose e glúten. Na verdade faz apenas 1 semana que fui enfim diagnosticada com este problema. Tenho 28 anos e a minha vida inteira fui adepta a leite e derivados, porém nunca fui fã de massas, mas para mim alimentação saudável era baseada em leites e derivados, aveia, cereais e companhia. Sempre sofri com relação ao peso. Embora até 4 anos atrás não fosse “gordinha”, mesmo fazendo dietas e mais dietas me sentia inchada e tive problemas estomacais. Tenho hipotireodismo e associava isto à minha dificuldade de perder peso. Meus problemas estomacais e intestino preso eu associava ao stress. Porém o quadro começou a se agravar. Mesmo fazendo acompanhamento médico, meu sistema digestivo estava cada vez mais comprometido. Cheguei ao ponto que tudo o que comia me fazia mal, tinha vômitos, inchaço na barriga e dores abdominais frequentes. Era impressionante, mas quando comia pizza por exemplo no dia seguinte chegava a aumentar 2 kg na balança. Procurei a opinião de um outro gastro e ao fazer a endoscopia estava com pangastrite erosiva intensa e o duodeno estava cheio de úlceras como se fossem aftas. Fizeram a biópsia e acusou a Doença Celíaca. Fiz os exames de sangue e deu positivo para a intolerância a lactose e glúten. Meu médico disse que no meu caso ao invés de ter diarréia como geralmente acontece, ocorria a constipação e o suco gástrico formado em exagero estava “destruindo” o aparelho digestivo. Esta intolerância no meu caso dificulta a perda de peso, o que me faz lutar há 3 anos para perder danados 20 kg adquiridos até então sem explicação. Fiquei um pouco desapontada em demorar tanto tempo para descobrir o que estava me fazendo tão mal, porém estou super otimista que agora com as mudanças de hábitos, alimentação e comportamento irei enfim melhorar a minha saúde e resgatar minha auto estima. Em uma das minhas primeiras buscas pelo Dr. Google sobre receitas adequadas à minha nova realidade, fiquei muito feliz em encontrar o seu blog. Possui assuntos muito legais e já anotei diversas receitas que parecem ser deliciosas. Parabéns pela iniciativa!!! :)

    Responder
    • 19 de julho de 2014

      Oii Jacqueline!!
      Uau, que sofrimento até descobrir a causa de todo o seu mal estar! Impressionante como nossa alimentação é a chave para a doença e para a saúde né? E mesmo assim demoramos a perceber isso – ainda mais quando consultamos médicos que preferem curar o sintoma do que a causa do desequilíbrio!!
      Fico feliz de ver seu otimismo e sua força de vontade. É importante ter paciência e bom humor, mudar hábitos requer tudo isso mas assim que você começa a ver os benefícios e a se sentir bem tenho certeza que vai ficar cada dia mais fácil a adaptação.
      Obrigada por dividir sua história e conte comigo com o que eu puder ajudar!
      Tomara que goste das receitas que anotou :)
      um grande beijo!!

      Responder
  55. Shaiane Cristine Martendal
    13 de agosto de 2014

    Olá!
    Descobri minha IL ontem… sempre com muuuuuuuuita besteira, e a maior parte delas com lactose, chocolates, balas, pizza, lasanha, bolachinhas, queijo, requeijão, entre outros, e também sempre gostei muito de leite. Claro que eu sempre soube que minha alimentação não era nada saudável, mas como nem engordar eu engordo rsrs, nunca tinha ligado pra isso. Mas, de uns tempos pra cá (+ ou – uns 6 meses atrás) comecei a sentir muita dor no abdômen, a barriga estufada, muitas aftas na boca, gases e mau estar contínuo… no começo eu fiquei preocupada, pensando no que poderia estar causando isso… mas o tempo foi passando e eu acabei me “acostumando” com a dor… só que desde uns 2 meses atrás as dores e o mau estar aumentou consideravelmente e eu não estava mais aguentando, foi então que resolvi ir em uma gastro, fui mês passado e ela me pediu uma endoscopia e um exame de IL.. ontem fui mostrar meus exames e ela deu o diagnóstico: gastrite leve e Intolerância à lactose.. E nossa, foi um baque, porque eu tinha quase certeza de que eu não teria IL, pois até pensei ser desnecessário a Dra ter pedido esse esse exame… fiquei meio triste por isso, porque eu amo leite e os seus derivados.
    E ontem mesmo, já comecei a pesquisar tudo sobre IL na internet, e descobri um leite da marca Piracanjuba, que é 0% lactose, experimentei ele e uauuu, é melhor que o leite normal hehe…. de repente para vcs, essa descoberta não seja nada demais, mas para mim isso ainda é recente, eu achei o máximo…
    Esse blog é bem legal mesmo, gostei bastante, parabéns Flávia! e me desculpe por ter escrito tanto… abraços!

    Responder
  56. luciene barbosa de souza nogueira
    16 de setembro de 2014

    OI BOA TARDE FLAVIA, MEU NOME É LUCIENE TENHO 36 ANOS E A UNS 3 NOS SOFRO COM CÓLICAS MAS MÉDICOS NENHUM ACHAVA A CAUSA, E A 15 DIAS DESCOBRI MINHA IL SÓ QUE ESTRANHO E SEMPRE TIVE O INTESTINO PRESO E AGORA QUE NÃO TOMO E LEITE E DERIVADOS ESTOU COM O INTESTINO SOLTO E AS VEZES DIARREIA BEM ESTRANHO, ALGUEM SABE O PQ?

    Responder
    • Sandro Gomes de Almeida
      19 de setembro de 2014

      Oi pessoal td bem ???
      Tenho 43 anos e a uns 5 anos sofro muito com barriga inchada, gases em excesso, prisão d ventre e pra piorar tenho o intestino preso. Fui a um gastro e depois d vários remédios e alguns exames ( colonoscopia e endoscopia ) ele me disse q tenho SII, mas quanto ao IL, ainda não fiz nenhum tipo de exame, gostaria da ajuda d vcs, pois ultimamente minha vida tem sido horrível, não consigo comer mais nada, churrasco e cerveja nem pensar rsrs. Como algo e daqui a 10 minutos minha barriga fica enorme, cheia d gases e com dores muito fortes. Peço a vcs, caso se sintam dessa forma, q me dê uma luz, abração e boa sorte à tds!!!

      Responder
  57. 18 de setembro de 2014

    Boa Tarde, Flávia Machioni, por favor me ajuda estou totalmente perdida, descobri recentemente que tenho intolerância a lactose,adoro queijo e quando como passo mal, muito mal vc poderia me passar algumas receitas, indicações de algo… Por Favor…

    Responder
    • 18 de setembro de 2014

      Oi Ivana!
      Aqui no blog tem diversas dicas e receitas, só procurar pelo menu lá em cima. Se tiver buscando algo especifico você pode usar o campo de busca no canto superior direito.
      bjs!!

      Responder
  58. Flah
    25 de setembro de 2014

    Oi. Eu não sei ao certo se tenho intolerância a lactose, mas estou com sintomas parecidos, e faz um tempo que tem piorado, hoje mesmo eu tomei sorvete e logo depois tive muita cólica, O pior que não sei se é isso ou não. Vi que você fez um exame, que especialista devo procurar?

    Responder
    • 26 de setembro de 2014

      Oii Flah!
      Procure um gastroenterologista ou nutricionista funcional. Eles conseguirão te orientar :)
      um beijo, boa sorte!

      Responder
  59. Alini Lara
    28 de setembro de 2014

    Olá Flavia! Como no final do post você pediu para que compartilhassemos com você como descobrimos nossa IL, vou falar um pouquinho sobre a minha. Desde criança eu sempre tive dores e desconfortos abdominais. Sem ficando internada, por sempre ter alterações nos exames de sangue. Meus leucócitos chegavam a 25.000 sem nenhuma explicação. Assim como você, morei um tempo fora do Brasil. Fiz um intercâmbio para Londres. Claro que minha alimentação mudou drasticamente, pois quando não comia em casa (que era rica em lactose e gluten), comia muito fast food, pois não tinha tempo de preparar nada saudável (além de tudo que é saudável lá, é mais caro). Mc Donald’s , Burger King, KFC, Fish and Chips (prato típico que é de peixe e batata frita, às vezes acompanhado de salada), muitos Donuts e cappuccinos do Starbucks. Ou seja, muuuuuuita lactose, gluten e gordura. Consequências? Engordei mais de 30 kg (cheguei a pesar 140 kg :-O), dores nas costas, joelhos e tornozelos. Até que um dia, eu estava com tanta dor abdominal que tive que ficar em casa e perder o passeio na London Eye. Falei pra minha host mother que não estava bem, e ela se prontificou a fazer uma sopa de tomates (tradição inglesa). Depois de um fim de semana inteiro no banheiro e na cama, assim que desembarquei no Brasil marquei um gastro que me pediu uma bateria de exames mas não descobriu nada. Continuei com as dores, horas mais intensas, horas menos intensas até que no final do ano eu comecei a ter uma dor iincrivelmente insuportável. Eram cólicas horríveis, muita diarréia, febre, vômito. Claro que fui imediatamente internada e foram feitos muitos exames, e fui diagnosticada com colecistite (inflamação na vesícula, por cálculos biliares). Foi sem dúvidas a pior dor quee já senti na vida! Fiz a cirurgia, com a esperança de que todos os sintomas desaparecessem. Mero engano Meu! Os médicos me explicaram que os cálculos foram devido meu emagrecimento, pois saí dos 140 kg para os 89 kg em menos de 6 meses, sem remédios e sem fazer loucuras. Mas como eu ainda não havia atingido o peso desejado e ideal, cai na besteira de fazer a dieta Dukan. Pra quê??? Uma semana depois estava no hospital internada de novo, fazendo uma nova bateria de exames. Sem eu saber, meu médico fe o exame de intolerância à lactose e restringiu minha alimentação com o gluten. Em 6 dias já áestava bem melhor. Sem lactose e sem gluten, mas ele não havia me falado nada. Só que suspeitava de Doença de Chron. Terminei de fazer todos os exames e quando ele veio me dar alta (quase 20 dias no hospital :-/), ele me deu a notícia. Baseado em todo meu histórico, desde criança, pois sempre tive o mesmo convênio, eu sempre tive a IL, mas nunca ninguém diagnosticou. Achei de extrema importância e cuidado ele ter procurado todo meu histórico, já que ambos estávamos em pânico por não descobrir a causa de todas minhas dores e diarréias sem explicação. Foi e eestá sendo muito difícil, porque comi todos esses alimentos durante 24 anos, mas estou aprendendo a cada dia. Lendo e pesquisando. E assim vou aprendendo a conviver com esse distúrbio. Espero que tenham gostado de minha pequena história kkkkk… Beijos!

    Responder
  60. Juliane Moraes
    30 de setembro de 2014

    Oi Flávia
    Achei seu blog por acaso, e é muito legal, informações bem interessantes, fico feliz por poder compartilhar idéias com pessoas que tem o mesmo problema.
    Bom.. descobri minha IL, há umas semanas atrás,tive uma crise muito forte de dores abdominais e diarréias, que tive que ficar internada tomando soro. Fiz o exame, e deu a intolerância a lactose. Estou naquela fase que não sei bem o que comer, mas aos poucos estou me adaptando a minha nova rotina alimentar.
    Espero que você continue com seu blog, gostei muito :)
    Um abraço
    Beijos!!!

    Responder
    • Lisiane
      1 de outubro de 2014

      Olá , descobri minha intolerância de uma forma não muito agradável. Tive uma infecção intestinal gravíssima a qual destruiu minha flora intestinal. Eu já apresentava alguns sintomas, porém depois disso piorou muito e procurei um gastro para continuar meu tratamento em virtude do estrago da infecção e quando falei os sintomas ele já deduziu que era IL pois ele também tinha. Desde então, não consegui reduzir os alimentos com lactose e engordei 35 Kgs depois disso. Estou com acompanhamento de uma Endócrino que cogitou a possibilidade de o ganho excessivo de peso ter ligação com IL e farei também uma endoscopia para ver se não tenho também à glúten. Comecei uma dieta sem lactose e em 07 dias perdi exatos 04 Kgs. Espero conseguir manter distância dos alimentos que contém lactose, perder peso e recuperar minha auto-estima.

      Responder
  61. christiane
    20 de outubro de 2014

    Olá meu nome é christiane e a uns 2 meses atras tive um quadro de infecção intestinal que ninguém descobriu até hoje de onde vinha. fiz vários exames incluindo colonoscopia e fiquei uns 20 dias tendo diarreia felizmente meu exame de colonoscopia não deu alteração, mas acabei emagrecendo 4kilos e como parou sozinha a diarreia o medico não chegou a nenhuma conclusão do que poderia ter ocasionado isso. mas de lá pra cá inclusive no primeiro dia que comecei a passar mau foi justamente depois de comer uma pizza e desde entao toda vez que como pizza me da diarreia. Será que posso estar com IL ? Como de tudo porém a pizza desde então sempre me faz passar mau.

    Responder
  62. Karina
    24 de outubro de 2014

    Oi Flávia,
    Primeiramente parabéns pelo blog, muito bom!
    Gostaria de dividir meu caso também. Descobri IL há 4 anos, antes disso passei por diversos médicos como ortopedista, clínico geral, ginecologista, gastro..
    Meus sintomas eram desconforto abdominal, dor no lado direto que irradiava nas costas e depois disso, as distensões abdominais aumentaram e começaram os gases, esta fase foi a mais difícil, pois eram quase incontroláveis, o que atrapalhava muito o convívio social.
    Demorei 1 ano até descobrir e acredito que descobri mais pelo agravamento dos sintomas, pois os primeiros médicos nem cogitaram fazer o exame porque acho que não tinha o perfil mais comum da IL (diarreia e/ou constipação), então por ultimo, fiz consulta com uma coloproctologista e ela me sugeriu alguns exames, dentre eles Glúten e Lactose. Nesse momento já desconfiava da IL e foi um alívio descobrir depois de tanto tempo. Encarei pelo lado positivo, pois poderia melhorar ainda mais a minha alimentação e que poderia até perder alguns quilinhos (risos). E realmente os quilos foram uma consequência de uma dieta balanceada e especial para IL. No início tive acompanhamento de uma nutricionista para me ajudar a entender os alimentos ricos em cálcio e atenção nos rótulos dos produtos. Durante esses anos fui aprendendo o que me faz mal e a porção de cada alimento, muita coisa ainda erro, e confesso que relaxei um pouco depois que notei que os sintomas não apareceram mais como antigamente.
    Algo que não mudou foram as dores no abdômen inferior no lado direito, que ainda me custa a entende-la, pois mesmo sem comer sinto algumas dores (próxima do umbigo) . Continuo fazendo consulta aos médicos, pois tenho medo que seja outra coisa (mas até o momento nada), todos encaram a possibilidade de ser algo relacionado a especialização de cada, mas não confirmam se pode estar vinculado ou consequência a IL.
    Acho que a maior barreira para o IL é falta de conhecimento e orientação do médico, por isso acho super importante compartilharmos experiências, e caso alguém tenha os sintomas parecidos com o meu , escreva aqui também por favor.
    Um abraço Karina

    Responder
  63. 14 de novembro de 2014

    estou com a suspeita de ter intolerância a lactose,sempre comi coisas que tinham leite mas neste ultimo ano tenho sintomas com distensão abdominal gases dores de cabeça náusea após consumir leite e seus derivados. como minha mãe tem e meus familiares tem tb suspeito que possuo pois a intolerância tb e hereditária final de semana passada ao tomar um copo de leite com aveia tive diarreia e dores insuportáveis na barriga durante três dias cortei todo leite e seus derivados no outro dia já me sentia melhor e ate melhorou meu humor pois esta de mal humor a dias por cauda da dor abdominal e dos gazes seu blog esta me ajudando muito.

    Responder

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *